Sberbank maior banco da Rússia sofre sanções severa do Reino Unido

A decisão foi anunciada depois que o Executivo declarou na segunda-feira que congelaria os ativos de todos os bancos russos.

Boris Johnson vem tomando uma série de medidas contra a Rússia - Foto: Leon Neal / Getty Images Europe / POOL / AFP

O governo britânico anunciou nesta terça-feira (1º) que adicionou o maior banco da Rússia, o Sberbank, à lista de entidades russas alvos de sanções no Reino Unido, em resposta à invasão na Ucrânia e advertiu que as consequências serão cada vez mais graves para o Kremlin. 

A decisão do governo do primeiro-ministro Boris Johnson foi anunciada depois que o Executivo declarou na segunda-feira que congelaria os ativos de todos os bancos russos "nos próximos dias" e ter ordenado o fechamento dos portos britânicos aos navios do país.

Na semana passada Londres já havia colocado várias instituições financeiras na lista, que na segunda-feira teve adicionados o Banco Central russo e o ministério das Finanças.

O Sberbank "vai estudar as restrições impostas pelo Reino Unido após a publicação dos documentos", afirmou o gigante público russo em um comunicado divulgado pela agências de notícias russas. "Estas medidas não terão uma influência significativa sobre os clientes russos, privados e corporativos", acrescentou.

O vice-primeiro-ministro Dominic Raab disse que as sanções ocidentais, incluindo o congelamento dos ativos do BC da Rússia, farão com que os oligarcas aumentem a pressão sobre o presidente Vladimir Putin.


Alex Santos

Criador do site BR Acontece atualizado nos principais assuntos em política, economia, tecnologia e variedades.

Postagem Anterior Próxima Postagem