Codesal aciona sirenes em áreas de risco no Sete de Abril e no Castelo Branco

Devido às fortes chuvas que caem na capital baiana desde ontem (24), duas localidades situadas em áreas de risco tiveram as sirenes acionadas pela Defesa Civil de Salvador (Codesal), por volta das 21h deste sábado (25): Bosque Real, em Sete de Abril, e Moscou, em Castelo Branco. O protocolo de segurança foi adotado, devido ao fato de as localidades registrarem índice pluviométrico acima de 150mm nas últimas 72h, situação considerada de alerta máximo.

As equipes da Codesal e das secretarias de Promoção Social, Esporte e Combate à Pobreza (Sempre) e da Educação (Smed) estão presentes nas localidades para auxiliar os moradores a saírem das residências em situação de risco. Quatro pessoas já estão sendo atendidas no ponto de abrigamento montado na Escola Municipal de Castelo Branco e receberão toda a assistência necessária no local, até que haja segurança para retornar à residência ou ser encaminhada para o Aluguel Social.

Acompanhando a ação, a vice-prefeita Ana Paula Matos orienta aos cidadãos sobre o que fazer neste momento. “As equipes da Prefeitura, coordenadas pela Codesal, estão à disposição para auxiliar a todos em situação de risco. Caso escute a sirene, procure sair de casa e busque um abrigo seguro. E qualquer situação de emergência deve acionar a Codesal, através do número 199. O mais importante neste momento é preservar a própria vida”, salientou.

Previsão – De acordo com o meteorologista do Centro de Monitoramento e Alerta da Defesa Civil de Salvador (Cemadec), Giuliano Carlos do Nascimento, as chuvas intensas que atingem a capital baiana e boa parte da Bahia são causadas pela Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS), aliada à uma frente fria. A situação neste momento é de alerta máximo na cidade e as chuvas devem permanecer com intensidade fraca a moderada até o fim deste domingo (26).

Somente nas últimas 24h, Fazenda Grande do Retiro foi o bairro onde mais choveu, com 98,5mm, seguido de IAPI (97,2mm), Caminho das Árvores (96,2mm), Doron (95,8mm) e Bom Juá (95,6mm). Durante este mês de dezembro, choveu 355,8mm em Salvador, de acordo com a estação meteorológica de Ondina, a mais antiga da cidade – o volume foi seis vezes maior do que o esperado para todo este mês, que era de 58,1mm.

Foto: Divulgação/Codesal

Alex Santos

Criador do site BR Acontece atualizado nos principais assuntos em política, economia, tecnologia e variedades.

Postagem Anterior Próxima Postagem