O que é Cobalt Strike e como os pesquisadores de segurança podem usá-lo?

 Cobalt Strike é uma ferramenta de simulação de adversário usada por equipes de segurança durante avaliações de vulnerabilidade. Vamos explorar essa ferramenta útil em detalhes.

O teste de vulnerabilidade é conduzido para detectar e classificar brechas de segurança em um sistema. Com o aumento dos ataques cibernéticos, as avaliações de vulnerabilidade ganharam o centro do palco na batalha contra as ameaças à segurança.

E quando se trata de avaliação de vulnerabilidade, uma ferramenta paga chamada Cobalt Strike se destaca. Promovido como uma ferramenta de simulação de adversário, Cobalt Strike é usado principalmente por pesquisadores de segurança para avaliar seus ambientes em busca de vulnerabilidades.

Mas, o que é Cobalt Strike e como ele ajuda os pesquisadores de segurança a detectar vulnerabilidades? Ele vem com algum recurso especial? Deixe-nos descobrir.

O que é Cobalt Strike?


Para impedir ameaças externas, a maioria das empresas e organizações contrata equipes de profissionais de segurança e pesquisadores. Às vezes, as empresas também podem terceirizar hackers éticos ou caçadores de recompensas de insetos para testar suas redes em busca de pontos fracos.

Para realizar essas tarefas, a maioria dos profissionais de segurança utiliza os serviços de software de emulação de ameaças voltado para descobrir onde exatamente as vulnerabilidades existem e remediá-las antes que um invasor tenha a chance de explorá-las.

Cobalt Strike é uma dessas ferramentas e uma das favoritas entre muitos pesquisadores de segurança, pois realiza varreduras intrusivas reais para encontrar a localização exata das vulnerabilidades. Na verdade, Cobalt Strike foi projetado para matar dois coelhos com uma cajadada só, pois pode ser usado tanto como uma avaliação de vulnerabilidade quanto como uma ferramenta de teste de penetração.

Diferença entre avaliação de vulnerabilidade e teste de penetração

A maioria das pessoas fica confusa entre a varredura de vulnerabilidade e o teste de penetração. Eles podem parecer semelhantes, mas suas implicações são bem diferentes.

Uma avaliação de vulnerabilidade simplesmente verifica , identifica e relata as vulnerabilidades observadas, enquanto um teste de penetração tenta explorar as vulnerabilidades para determinar se o acesso não autorizado ou outra atividade maliciosa é possível.

O teste de penetração normalmente inclui o teste de penetração na rede e o teste de segurança no nível do aplicativo, juntamente com os controles e processos em torno deles. Para que um teste de penetração seja bem-sucedido, ele deve ser conduzido da rede interna, bem como de fora.

Como funciona o Cobalt Strike?

A popularidade do Cobalt Strike se deve principalmente ao fato de seus beacons ou carga útil serem furtivos e facilmente personalizáveis. Se você não sabe o que é um beacon, pode pensar nele como uma linha direta para a sua rede, cujas rédeas são controladas por um invasor para realizar atividades maliciosas.

Cobalt Strike funciona enviando beacons para detectar vulnerabilidades de rede. Quando usado conforme pretendido, ele simula um ataque real.

Além disso, um beacon Cobalt Strike pode executar scripts do PowerShell, realizar atividades de keylogging , fazer capturas de tela, baixar arquivos e gerar outras cargas úteis.

Maneiras de que o ataque do cobalto pode ajudar os pesquisadores de segurança


Freqüentemente, é difícil detectar lacunas ou vulnerabilidades em um sistema que você criou ou usa há muito tempo. Ao usar o Cobalt Strike, os profissionais de segurança podem identificar e corrigir facilmente as vulnerabilidades e classificá-las com base na gravidade dos problemas que podem causar.

Aqui estão algumas maneiras pelas quais ferramentas como Cobalt Strike podem ajudar os pesquisadores de segurança:

Monitoramento de segurança cibernética

Cobalt Strike pode ajudar a monitorar a segurança cibernética de uma empresa regularmente, utilizando uma plataforma que ataca a rede corporativa usando vários vetores de ataque (por exemplo, e-mail, navegação na Internet, vulnerabilidades de aplicativos da web, ataques de engenharia social ) para detectar os pontos fracos que podem ser explorados.

Detectando software desatualizado

Cobalt Strike pode ser usado para descobrir se uma empresa ou negócio está usando versões desatualizadas de software e se alguma correção é necessária.

Identificação de senhas de domínio fracas

A maioria das violações de segurança de hoje envolve senhas fracas e roubadas. Cobalt Strike é útil na identificação de usuários com senhas de domínio fracas.

Analisando a postura geral de segurança

Ele fornece uma visão geral da postura de segurança de uma empresa, incluindo quais dados podem ser particularmente vulneráveis, para que os pesquisadores de segurança possam priorizar os riscos que precisam de atenção imediata.

Confirmando a eficácia dos sistemas de segurança de endpoint
Cobalt Strike também pode fornecer testes contra controles como sandboxes de segurança de e-mail, firewalls, detecção de endpoint e software antivírus para determinar a eficácia contra ameaças comuns e avançadas.

Recursos especiais oferecidos por Cobalt Strike


Para detectar e corrigir vulnerabilidades, Cobalt Strike oferece os seguintes recursos especiais:

Pacote de Ataque

Cobalt Strike oferece uma variedade de pacotes de ataque para conduzir um ataque na web ou para transformar um arquivo inocente em um cavalo de Tróia para um ataque de simulação.

Dinâmica do navegador

A dinâmica do navegador é uma técnica que basicamente aproveita um sistema explorado para obter acesso às sessões autenticadas do navegador. É uma maneira poderosa de demonstrar o risco de um ataque direcionado.

O Cobalt Strike implementa a rotação do navegador com um servidor proxy que se injeta no Internet Explorer de 32 e 64 bits. Ao navegar por esse servidor proxy, você herda cookies, sessões HTTP autenticadas e certificados SSL de cliente.

Spear Phishing

Uma variante do phishing, o spear phishing é um método que visa intencionalmente indivíduos ou grupos específicos dentro de uma organização. Isso ajuda a identificar alvos fracos dentro de uma organização, como funcionários que estão mais sujeitos a ataques de segurança.

Cobalt Strike oferece uma ferramenta de spear-phishing que permite importar uma mensagem substituindo links e texto para criar um phishing convincente para você. Ele permite que você envie esta mensagem de spear-phishing perfeita usando uma mensagem arbitrária como modelo.

Relatórios e registros

Cobalt Strike também oferece relatórios pós-exploração que fornecem uma linha do tempo e os indicadores de comprometimento detectados durante a atividade da equipe vermelha.

Cobalt Strike exporta esses relatórios como documentos PDF e MS Word.

Cobalt Strike - ainda uma escolha preferida para pesquisadores de segurança?

Uma abordagem proativa para mitigar ameaças cibernéticas consiste na implantação de uma plataforma de simulação cibernética. Embora o Cobalt Strike tenha todo o potencial para um software robusto de emulação de ameaças, os agentes da ameaça encontraram recentemente maneiras de explorá-lo e estão usando-o para realizar ataques cibernéticos disfarçados.

Desnecessário dizer que a mesma ferramenta usada por organizações para melhorar sua segurança agora está sendo explorada por cibercriminosos para ajudar a romper sua segurança.

Isso significa que os dias de usar Cobalt Strike como uma ferramenta de mitigação de ameaças acabaram? Bem, na verdade não. A boa notícia é que o Cobalt Strike é construído em uma estrutura muito poderosa e com todos os recursos salientes que oferece, esperançosamente permanecerá na lista de favoritos entre os profissionais de segurança.
Alex Santos

Criador do site BR Acontece atualizado nos principais assuntos em política, economia, tecnologia e variedades.

Postagem Anterior Próxima Postagem