Voz da marca: o que é e por que é importante

7 min


No trabalho de branding, as pessoas costumam pensar em como uma marca se parece visualmente, de fontes a cores e estilos de design. O que às vezes é esquecido é a voz da marca. Com a inclusão das mídias sociais nos esforços de marketing, a voz da marca se tornou mais importante do que nunca como uma forma de se destacar na multidão do bate-papo digital.

Mesmo se você não estiver familiarizado com o termo, provavelmente já o experimentou. A empresa que vende material de surf assume o vocabulário e a atitude de um surfista. A empresa de roupas para adolescentes afrouxa sua linguagem e usa gírias comuns para se conectar com seu público-alvo. Embora você possa escapar sem ter uma voz de marca distinta, você pode levar seu marketing muito mais longe depois de estabelecer um.

Vamos aprofundar nos detalhes sobre o que é a voz da marca e como você pode desenvolver a sua própria.

O que é a voz da marca?

A voz da marca é a personalidade distinta que uma marca assume em suas comunicações. Imagine que você foi a um jantar e está conversando com todos os convidados. Uma pessoa se destaca porque é ótima em contar histórias de uma forma distinta e única. O fluxo de suas palavras, a linguagem que usaram e sua personalidade combinaram para criar uma experiência memorável. Na verdade, quando você está recontando essa história, você imediatamente pensa naquela pessoa.

Agora extrapole esse convidado do jantar para uma voz de marca. Quem é a sua marca online? Se sua marca fosse uma pessoa, que traços de personalidade ela assumiria e o que evitaria ativamente? Quais frases e escolhas estilísticas sua marca usa de forma consistente?

Todos os itens acima se combinam para criar a voz da sua marca. Essa personalidade se aplica a todos os lugares em que sua marca fala, incluindo boletins informativos, postagens em mídias sociais, comunicações oficiais internas, como anúncios e anúncios da empresa.

Por que a voz da marca é importante?

Por que você deve se preocupar com a voz da sua marca? Por que não basta escrever o que quiser no estilo que quiser naquele dia?

A paisagem digital está lotada. Está repleto de conversas de marcas e indivíduos. Você só pode se destacar com base em seu conteúdo visual, logotipo ou características do produto sozinho. Seu conteúdo escrito precisa da mesma atenção e consistência que você dá aos outros elementos da presença de sua marca.

A voz da marca ajuda você a se destacar na multidão. No Índice Social Sprout, os consumidores pesquisados tinham motivos pelos quais algumas marcas se destacaram mais do que outras. Quarenta por cento disseram conteúdo memorável, 33% disseram personalidade distinta e 32% disseram que uma história convincente. Em todos esses três aspectos, a voz da marca desempenha um papel significativo. Você não pode ter uma personalidade distinta sem uma voz de marca distinta.

O conteúdo não é apenas sobre fotos ou vídeos. Inclui palavras e gráficos. A forma como você se apresenta é importante para os consumidores. O mesmo índice pesquisou por que os consumidores deixam de seguir marcas nas redes sociais. Quarenta e cinco por cento dos consumidores citaram conteúdo irrelevante. Postar conteúdo que não corresponda ao estilo percebido de sua marca é uma maneira de fazer com que sua conta pare de seguir.

Por último, a voz da marca é importante porque você deseja que sua marca seja consistente e reconhecível. O reconhecimento da marca tem sucesso quando você pode identificar uma marca apenas por seu conteúdo, antes mesmo de ver quem a postou.

5 dicas para desenvolver a voz da sua marca

Agora que a importância da voz da marca foi estabelecida, como diabos você desenvolve uma voz distinta? Use as cinco dicas abaixo para começar a descobrir qual é a voz da sua marca.

1. Documente tudo e seja consistente

Assim como seu guia visual de marca e sua estratégia social, a voz de sua marca também precisa de documentação. A menos que você tenha uma pessoa gerenciando todas as comunicações e marketing, um documento de voz da marca será útil para vários departamentos. Existe como referência para quem escreve na voz da marca. Ele mantém as postagens de mídia social e a cópia de marketing sob controle e consistentes.

O documento deve começar com os valores essenciais e a declaração de missão da sua empresa. Você deve ser capaz de extrair alguns traços de personalidade definidores dessas declarações.

Outros componentes do documento incluem traços de personalidade, vocabulário comum, frases de marca e, o mais importante, exemplos. Você deseja escrever muitos exemplos que demonstrem como escrever dentro da personalidade de sua marca pretendida e quais tipos de escolhas estão muito fora de seu estilo definido.

2. Audite sua voz atual

Precisa de inspiração sobre como deve ser a personalidade da sua marca? Dê uma olhada em suas comunicações atuais. Certifique-se de pegar exemplos de todas as comunicações para ter uma boa visão geral de como é a voz atualmente.

Você pode descobrir que sua voz está inconsistente por causa de diferentes escritores ou usos de certas palavras em relação a outras. Observe como seu público-alvo interage com você e como eles falam. Quais são os traços de voz que seus posts de melhor desempenho e problemas de boletins informativos têm em comum?

A partir daqui, você será capaz de observar qual é a personalidade de sua marca atualmente e, em seguida, iniciar o processo de brainstorming de mais características que deseja emular.

3. Identifique seu público e personas

Outra forma de formular a voz de sua marca é ver quem são seu público e quem é o marketing. Se seu público-alvo for mais jovem, você vai querer usar uma linguagem que ressoa com eles. Usar uma linguagem familiar a uma geração mais velha servirá apenas para alienar seu público mais jovem.

Conforme você trabalha com seu público e personas, liste as características e o vocabulário comum que você deseja assumir como marca. Uma marca da costa oeste com um público-alvo da costa oeste adotará gírias regionais.

Um conselho: não se afaste muito das operações atuais de sua marca. Você deseja apresentar sua voz autenticamente e não roboticamente ou dar a aparência de apenas perseguir tendências.

4. Conheça o seu tom

A voz da marca é o que você diz e o tom da marca é como você o diz. Seu tom pode variar entre os públicos, por isso é uma boa ideia documentar quando usar certos tons em certas situações.

A maneira animada com que você anuncia um novo produto não será o mesmo tom que você assume ao responder a uma reclamação de um cliente. Identifique cenários comuns com os quais você se depara como marca e categorize-os nos diferentes tons que você adotaria.

Por exemplo, na Sprout, desenvolvemos nossas próprias diretrizes de estilo para ajustar a voz da marca em vários cenários, como a diferença entre declarações de mídia mais formais e respostas sociais casuais.

5. Revise e adapte

O desenvolvimento da voz da marca não é um esforço único. Deve ser revisado e refinado em momentos designados, como uma vez por ano ou durante grandes revisões de marca e durante grandes eventos que alteram significativamente a estratégia de marketing da sua empresa. A linguagem evolui e as palavras que você usou cinco anos atrás podem não estar em voga hoje. Sem uma verificação consistente da voz de sua marca, você corre o risco de parecer desatualizado ou fora de contato com os eventos atuais.

Por exemplo, o uso de GIF nas redes sociais não era tão popular hoje como há cinco anos. Mas eles evoluíram para uma aceitação comum e agora são facilmente acessíveis na maioria das principais plataformas de mídia social.

Exemplos de voz de marca distinta

Uma coisa é dizer que sua marca deve ter uma personalidade única, mas é outro desafio implementá-la com sucesso de uma forma que pareça orgânica e autêntica. Para ajudar a inspirar seus esforços para definir ou refinar a voz de uma marca, aqui estão três empresas com vozes de marca distintas.

Apple

Os anúncios da Apple são facilmente identificáveis ​​por seus visuais minimalistas, mas seu conteúdo escrito é igualmente único. As palavras emparelhadas com seus visuais são cuidadosamente escolhidas e curtas. Em seu site, a voz da marca é evidente por meio de opções de idioma que são simples, diretas e abertas.

Em sua página de pequenas empresas, a Apple usa uma linguagem comumente usada entre proprietários de pequenas empresas. Eles vão direto ao ponto sobre seus benefícios de uma forma casual e convidativa.

A empresa quer que as pessoas usem seus produtos. Aprofundar os aspectos técnicos de seus produtos como sua primeira interação com um cliente não funcionaria bem a menos que soubessem que o cliente já estava familiarizado com esse vocabulário. A cópia sobre as soluções que eles oferecem é direta e facilmente digerível, e até mesmo essas escolhas de idioma ajudam a abordar os pontos problemáticos do público, como a falta de tempo ou o fator de intimidação de soluções técnicas, mantendo uma personalidade identificável.

Mailchimp

Mais de meia década atrás, Mailchimp tornou seu guia de voz publicamente disponível para todos verem. Os detalhes em que entrou, incluindo pontuação e notas ortográficas, serviram como um excelente exemplo de guia de voz. Qualquer pessoa que ler o guia, esteja ou não na empresa, pode escrever na voz de Mailchimp ou imitar sua abordagem para documentar o estilo e o tom da marca.

A voz divertida e casual de Mailchimp pode ser vista em suas postagens de mídia social e postagens de blog. A postagem do blog acima demonstra como eles escrevem para seu público. As palavras são diretas e informativas, mas ainda assim casuais e coloquiais, que se enquadram na voz da marca definida em suas diretrizes.

Oatly

O trabalho de marca de Oatly é uma combinação de suas ilustrações divertidas e cópias peculiares. Você encontrará a voz da marca presente em tudo, desde a embalagem até as legendas nas redes sociais.

Conclusão

Agora que você está armado com mais informações sobre a voz da marca, é hora de criar a sua própria. Para obter mais inspiração do guia de voz da marca, visite os Guias de voz, tom e conteúdo para obter ainda mais ideias de marcas. Nenhuma personalidade é demais, desde que seja única e adequada à sua marca e ao seu público. E lembre-se de que as prioridades da sua empresa podem mudar com a mudança dos tempos, para que o documento de voz da marca seja sempre um trabalho em andamento.


Like it? Share with your friends!

103

0 Comments

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *