Saiba o que é misofonia?

Publicada em 27 de março de 2016 Categoria: Curiosidades, Saúde

Saiba mais sobre que é misofonia, a intolerância a pequenos barulhos

Imagine que você está caminhando pelas ruas de uma cidade, ouvindo os sons normais do cotidiano, como carros, buzinas, músicas, pessoas conversando.

Saiba o que é misofonia

Nós estamos tão acostumados com essa situação que não nos sentimos incomodados com o barulho ou a poluição sonora que tomam conta das grandes cidades. Mas, para um grupo específico de pessoas, esses sons do dia-a-dia podem ser insuportáveis, a ponto de causarem um tremendo mal estar, que pode resultar em irritabilidade, raiva e pânico.

Essas pessoas são portadoras de uma síndrome chamada misofonia, ou Síndrome de Sensibilidade Seletiva do Som. A misofonia é caracterizada por uma hipersensibilidade aos sons do cotidiano.

As pessoas com misofonia podem se irritar, até mesmo, com sons simples como uma torneira pingando ou uma pessoa mascando chicletes.

A misofonia tem sido estudada desde a década de 1990. Normalmente, esse transtorno auditivo aparece no final da infância.

Existem graus de classificação para a misofonia: ao todo a doença apresenta 11 níveis. A síndrome precisa ser diagnosticada e tratada, caso contrário ela pode causar sérios problemas na vida das pessoas, levando a um isolamento social. Os portadores de misofonia muitas vezes são apontados como histéricos e violentos.

Existem vários tipos de tratamento para a misofonia. Entre esses tratamentos temos a terapia de retreinamento de tinnitus e a terapia cognitiva-condicional.

A diferença está na reação aos sons. “Existe sim uma alteração de ondas cerebrais com ondas mais rápidas. Isso causa uma hipersensibilidade”, explica Nazareth Ribeiro, neuropsicóloga.

Dificuldade no diagnóstico faz com que doença seja pouco conhecida. Músico que sofre do distúrbio escreveu uma canção canção chamada misofonia.

Paul é músico. A profissão depende justamente da audição. Mas neste caso, o que ele toca e ouve, só traz alívio. “A música me ajudou a interagir com as pessoas de uma forma social”, diz.

E em uma forma de desabafo, ele escreveu uma canção chamada misofonia. “Não posso mudar o mundo, ou acabar com a fome, mas posso fazer as pessoas que sofrem de misofonia se sentirem um pouco melhor”, afirma Paul.

Fonte: sitedecuriosidades.com

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios