Ter um sistema de ponto em sua empresa é obrigatório quando a organização tem mais de dez funcionários registrados.

controle de ponto

No entanto, mesmo com menos funcionários, ter um sistema de ponto para controlar entrada e saída dos seus funcionários traz diversas vantagens e pode ser utilizado como uma medida estratégica.
Sua empresa pode estar perdendo muito por não ter esse sistema. Veja em quais situações você deve começar a fazer o controle de pontos dos funcionários:

Falta de controle de horas extras

Pagar horas extras a menos pode trazer problemas judiciais para sua empresa – afinal, seus colaboradores merecem ser remunerados justamente pelo tempo que trabalham. No entanto, sem um controle de ponto, sua empresa pode até mesmo pagar a mais e, assim, comprometer o orçamento.
Por isso, o ideal é utilizar um controle de ponto certeiro, que não possa ser burlado. É o caso do sistema de ponto eletrônico com software de ponto, por exemplo.

Setor de RH sobrecarregado

O setor de RH normalmente fica encarregado de fazer o controle de ponto e, consequentemente, distribuir férias, horas extras e outros direitos trabalhistas de acordo com as horas trabalhadas. Se sua empresa não utiliza um sistema de ponto, o RH acaba sobrecarregado.
Utilizando um software de ponto, ele pode apenas consultar os dados que já estão recolhidos e processados para dar os benefícios e direitos trabalhistas de todos sem grandes problemas.

Funcionários externos

Se sua empresa tem funcionários externos, que trabalham em outra locação, pode ser difícil definir quando eles entram ou saem do trabalho – já que o sistema de ponto eletrônico não serve nesse caso. Com um software de ponto, é possível aderir ao ponto digital, e garantir que esse funcionário terá todos os mesmos benefícios e direitos daqueles que trabalham diretamente em sua empresa.
O controle de ponto garante os direitos dos seus funcionários e beneficia sua empresa em diversos aspectos. Não deixe de aderir!