Polícia continua buscas por morador de rua desaparecido que está em poder do “tribunal do crime”

Notícias

Policiais da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) ainda não conseguiram localizar um morador de rua que está desaparecido há mais de 36 horas, na região do Centro Histórico de São Luís. Ele estaria em poder de integrantes de facção criminosa para tortura e execução.

Ele foi identificado como Alex Cleiton Silveira Calvestre, conhecido como “Popoca”. Ao lado da companheira, Suelma Cristina Soeiro Martins, ele é acusado de praticar furtos no Centro Histórico de São Luís, além de ser usuário de drogas.
Segundo informações de moradores, o casal estaria envolvido no homicídio de Dona Flor, ocorrido na semana passada na Rua da Saúde, na área do Centro Histórico.
A polícia acredita que “Popoca” esteja em poder de traficantes da região central para ser julgado pelo “tribunal do crime”, onde são punidos integrantes de facções rivais ou de faccionados aliados que não seguem determinações do grupo criminoso.
O Serviço de Inteligência também suspeita que Suelma Martins esteja marcada para morrer, assim como outros dois homens que não tiveram as identidades reveladas.
As buscas ainda estão sendo realizadas nesta noite de sexta-feira em casarões e galpões abandonados, em toda a região do Centro Histórico.
“Popoca” foi visto pela última vez por volta das 9h da manhã dessa quinta-feira (24).
Com informações do Jornal Pequeno

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *