Mulher de Michel Temer, Marcela Temer tem celular com nudes hackeado

Hacker que clonou celular de Marcela Temer e extorquiu a primeira-dama recebe liberdade condicional

“Bela, recatada e tira nudes”. A nova primeira-dama do Brasil, Marcela Temer, teve seu celular com nudes hackeado por um homem de 31 anos que a ameaçou dizendo que iria liberar três nudes seus.

marcela temer

O caso desenrolou há 30 dias, quando o homem conseguiu quebrar a senha de um serviço online utilizado por Marcela Temer, esposa do presidente Michel Temer. Com isso o “hacker” conseguiu visualizar arquivos armazenados na internet e supostamente invadido o smartphone da atual primeira-dama e baixado suas fotografias íntimas.

A polícia revelou que o hacker, acusado, entrou em contato com Marcela Temer e tentou extorquir a vítima, que caso não entrasse no golpe teria suas fotos nuas vazadas.

Uma matéria publicada no jornal Folha de S.Paulo nesta quinta-feira (12) conta que o hacker é telhadista e foi incentivado pela mulher e pela cunhada a cometer o crime. Assim, depois das investigações, o trio foi preso na última quarta-feira (11) em uma casa no bairro de São João Clímaco, na Zona Sul de São Paulo. Segundo o advogado do acusado, Valter Bittencourt, o telhadista não fez nenhum tipo de ameaça nem sabia que se tratava de Marcela Temer, e que, sendo assim, deveria ser enquadrado apenas no crime de estelionato.

“Ele nunca se meteu com isso, apenas viu uma oportunidade de ganhar dinheiro fácil e não percebeu que era a mulher de um homem importante”, explicou o advogado ao jornal.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios