Notícias

Médico bolsonarista que defendia o fim do isolamento morre de coronavírus no RN

César Marson, cirurgião plástico de 52 anos, fazia postagens contra o PT e defendendo a volta das pessoas ao trabalho em meio à pandemia.

A secretaria municipal de Saúde de Mossoró (RN) informou, nesta quinta-feira (16), que morreu a 21ª pessoa no estado em decorrência da Covid-19: trata-se do médico cirurgião plástico Élio César Marson, que tinha 52
anos.

Obeso e diabético, Marson fez o teste do coronavírus em 29 de março e o resultado saiu em 3 de abril. Ele estava internado em um hospital particular de Mossoró desde o dia 1º.

Antes de testar positivo para a Covid-19, o cirurgião pregava o fim do isolamento social em suas redes sociais – entre dezenas de publicações de ataque ao ex-presidente Lula e ao PT e de apoio a Jair Bolsonaro.

Em postagem no dia 25 de março, quatro dias antes de saber que estava com coronavírus, ele compartilhou uma publicação apontando que somente idosos deveriam ficar em casa, e que adultos deveriam voltar ao trabalho. A postagem ainda continha a hashtag #BolsonaroTáCerto.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar