Funcionária de lotérica é flagrada desviando dinheiro de cliente

Funcionária de Lotérica Depois de dois meses trabalhando em Lotérica, funcionária desviava dinheiro de moradores de Professor Jamil, município goiano a 63 km da capital, Juliana Cristiane, de 19 anos, foi presa em flagrante, na última quarta-feira (07), ao tentar “passar a perna” em um policial disfarçado na única lotérica da cidade. Ela acabou confessando o crime à Polícia Civil.

Funcionária de Lotérica

Para o delegado Vicente de Paulo Silva Oliveira, titular da delegacia de Piracanjuba, onde o caso estava sendo investigado, a mulher teria roubado aproximadamente R$ 40 mil de 80 pessoas, a maioria idosos.

“Há um mês começamos a investigação e temos informações de que ela atuava na lotérica, onde trabalha, há pelo menos dois meses. Do momento da prisão até hoje (ontem), 20 vítimas já procuraram a delegacia”, conta o delegado.

Ainda de acordo com Vicente, Juliana aproveitava a condição de funcionária da lotérica para desviar dinheiro dos clientes.

“Ela pegava o dinheiro para fazer depósito, conseguia retirar um pouco, e depois dizia para o cliente que o dinheiro estava incompleto. Como a maioria era idosos, eles acreditavam e repunham o dinheiro”, explicou o delegado. De acordo com Vicente, a mulher conseguia retirar de R$ 500 a R$ 1 mil por dia.

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra a ação de uma funcionária de lotérica presa acusada de roubar dinheiro em uma lotérica.
O fato aconteceu ano passado, mas voltou a repercutir nas redes sociais nesta semana.

Ainda de acordo com Vicente, Juliana aproveitava a condição de funcionária da lotérica para desviar dinheiro dos clientes.

“Ela pegava o dinheiro para fazer depósito, conseguia retirar um pouco, e depois dizia para o cliente que o dinheiro estava incompleto. Como a maioria era idosos, eles acreditavam e repunham o dinheiro”, explicou o delegado. De acordo com Vicente, a mulher conseguia retirar de R$ 500 a R$ 1 mil por dia.