Dólar Hoje nesta Segunda 28 de janeiro 2019. Só aqui você confere a cotação Turismo do Dólar dos Estados Unidos, não só a comercial! Calcule e compare onde comprar melhor num só lugar!

Confira aqui Dólar Hoje nesta Segunda 28 de janeiro 2019 no BR Acontece e aproveite o melhor momento para comprar moeda estrangeira para sua viagem internacional!

Dólar Hoje nesta segunda 28 de janeiro 2019

Dólar Hoje nesta segunda 28 de janeiro 2019. Confira a cotação do dólar, euro e bitcoin.

O Dólar é a moeda oficial dos Estados Unidos e de outros 4 países. Além disso, é a moeda mais utilizada no mundo inteiro, tanto na livre circulação como em reservas internacionais e negociações comerciais. Em 2013, havia US$ 2,7 trilhões de Dólares em circulação e estima-se que 2 terços desse dinheiro circulem fora dos Estados Unidos.

Sua origem do nome vem de “thaler”, abreviação de “Joachimsthaler”, uma moeda de prata da Boêmia dos séculos 16 a 19. O símbolo da moeda é US$, que nada mais é que a junção da sigla do país com o símbolo $.

O Dólar americano foi criado quando houve a necessidade de uma moeda para financiar a Guerra da Independência nos Estados Unidos, em 1776. Dez anos depois, as 13 colônias já independentes aprovaram o Dólar como moeda oficial do país. Porém, a importância econômica demorou para chegar: até meados do século 19, quem ocupava o posto de moeda mais importante era a libra esterlina, do Reino Unido. Os Estados Unidos não eram vistos com bons olhos no cenário econômico internacional, por causa da falta de leis que controlassem a emissão da própria moeda. Só depois do fim da II Guerra Mundial que o Dólar se tornou tão importante para a economia mundial – situação que se mantém até hoje.

O Dólar é a unidade básica da moeda, como é o R$1 (um Real) no Brasil e 1€ (um Euro) em vários países da europa. US$1 (um Dólar) são 100 cents (ou pennies). Hoje, existem seis moedas e sete notas em circulação. Essa é a divisão entre as moedas:

  • US$ 1,00 = 1 dollar
  • US$ 0,50 = 1 half-dollar ou 50 cents (50 centavos)
  • US$ 0,25 = 1 quarter ou 25 cents (25 centavos)
  • US$ 0,10 = 1 dime ou 10 cents (10 centavos)
  • US$ 0,05 = 1 nickel ou 5 cents (5 centavos)
  • US$ 0,01 = 1 penny ou 1 cent (1 centavo)

Qual a diferença entre Dólar Comercial e Dólar Turismo?

O que vemos normalmente na televisão e nos sites de notícias é o câmbio comercial, mas para quem está se preparando para uma viagem sempre acaba se surpreendendo com o valor bem maior cobrado nas casas de câmbio e nas conversões feitas na compra de pacotes para o exterior. Para se ter uma ideia, a cotação turismo do Dólar pode ser até 8% maior que sua cotação comercial.

Essas diferenças ocorrem porque desde 1999 o Brasil vive em um sistema de câmbio Flexível – antes disso o câmbio tinha um valor pré-fixado ante o real -, ou seja, ele pode ser negociado livremente por quem compra e quem vende a moeda. Por isso é importante comparar a cotação turismo do Dólar entre várias casas de câmbio antes de comprar.

A explicação para o Dólar turismo ser mais caro que o comercial é simples: para se comprar e vender o Dólar turismo é preciso ter o dinheiro em mãos, ou seja, o que acarreta em maiores custos para as casas de câmbio, como transporte, manutenção e seguro contra roubos, o que eleva o preço da moeda para compensar esses gastos. Por outro lado, as transações comerciais são realizadas virtualmente, de forma eletrônica.

Afinal, porque o mundo funciona em Dólar?

O Dólar passou a ser referência em todo o mundo ainda na primeira metade do século XX, quando o padrão ouro, adotado até então, fracassou. Até o início da Primeira Guerra Mundial, as instituições financeiras de cada país adotavam uma taxa fixa para suas moedas em relação ao outro. As negociações comerciais eram feitas respeitando esse preço fixo, impedindo que alguns países mexessem em sua taxa de câmbio para aumentar suas exportações e reverter déficits comerciais, e, assim, garantindo a estabilidade da economia.

As discussões sobre o novo modelo começaram ainda durante a Segunda Guerra Mundial, e consolidou-se, nesse período, a visão de que a melhor estratégia seria algo similar à adotada durante o padrão ouro, com uma taxa de câmbio fixa, baseada em uma moeda forte. A moeda seria obviamente do país que fosse considerado capaz de ser o regente da orquestra, naquela época, os Estados Unidos.

Confira as cotações das moedas em tempo real nesta quinta-feira (24):

Dólar

Euro

Bitcoin