Variedades

Calendário Lunar para 2020

Calendário Lunar para 2020 o BR Acontece traz o dias de início de todas as fases da Lua durante o ano. As mudanças nas quatro fases da Lua podem causar diferentes reações em nós, por isso, com essas datas, você pode perceber melhor as tendências em sua forma de agir.

Calendário Lunar para 2020 08/12/2019

Trouxemos para você o calendário lunar 2020 com as datas dos eventos astrológicos previstos para o ano, incluindo fases da Lua, chuvas de meteoros, eclipses, oposições, conjunções e outros eventos interessantes.

Sabemos o quanto a Lua influencia o comportamento das pessoas e da natureza. Conhecendo os eventos astrológicos, podemos usar o seu poder ao nosso favor e alcançar nossos objetivos de forma mais rápida e fácil!

Além disso, esses fenômenos costumam resultar em lindas manifestações da natureza, deixando o céu ainda mais encantador. São momentos ótimos para pararmos com a correria do dia a dia e admirarmos a beleza do universo.

A maioria dos eventos astronômicos neste calendário poderá ser vista a olho nu, embora um bom par de binóculos ou uma luneta possam melhorar a visualização.

Calendário lunar janeiro 2020

3/4 de janeiro – Chuva de Meteoros Quadrantídeos

O Quadrantídeos é uma chuva de meteoros acima da média, com até 40 meteoros por hora em seu pico.

Acredita-se que seja produzido por grãos de poeira deixados para trás por um cometa extinto conhecido como 2003 EH1, que foi descoberto em 2003.

Essa chuva acontece anualmente de 1 a 5 de janeiro. Em 2020, os picos serão na noite do dia 3 e manhã do dia 4.

A Lua Crescente aparecerá somente às 01h46 (horário de verão de Brasília), deixando o céu bastante escuro nas horas anteriores, o que irá resultar em um lindo show! Ou seja, a visualização será melhor se você for a um local escuro depois das 22h e antes da 01h46.

Calendário Lunar para 2020 08/12/2019

Os meteoros vão irradiar a partir da constelação de Bootes, mas podem aparecer em qualquer parte do céu.

10 de janeiro – Lua Cheia

A Lua estará localizada no lado oposto da Terra e estará totalmente iluminada. Esta fase ocorre às 17:23 – horário de Brasília (horário de verão).

Essa Lua Cheia era conhecida pelas primeiras tribos nativas americanas como a Lua do Lobo Cheio porque essa era a época do ano em que lobos famintos uivavam do lado de fora de seus acampamentos. Esta Lua também é conhecida como a Velha Lua e a Lua Depois do Yule.

10 de janeiro – Eclipse Lunar Penumbral

Um eclipse lunar penumbral ocorre quando a Lua passa pela sombra parcial da Terra – ou penumbra.

Durante este tipo de eclipse, a Lua escurecerá ligeiramente, mas não completamente. O eclipse será visível na maior parte da Europa, África, Ásia, Oceano Índico e Austrália Ocidental. Veja o Mapa da NASA e as informações sobre esse eclipse.

24 de janeiro – Lua Nova

A Lua estará localizada no mesmo lado da Terra que o Sol e não será visível no céu noturno. Esta fase ocorre às 19:44 – horário de Brasília (horário de verão).

Esta é a melhor época do mês para observar objetos fracos, como galáxias e aglomerados de estrelas, porque não há luar para interferir.

Calendário lunar fevereiro 2020

9 de fevereiro – Superlua

A Lua estará localizada no lado oposto da Terra, assim, o Sol irá iluminá-la totalmente. Esta fase ocorre às 05:34 – horário de Brasília (horário de verão).

Essa Lua Cheia é a primeira de quatro superluas previstas para 2020. A Lua estará em sua posição mais próxima da Terra e pode parecer um pouco maior e mais brilhante que o normal.

10 de fevereiro – Mercúrio no maior alongamento oriental

O planeta Mercúrio atinge o maior alongamento oriental, de 18,2 graus do Sol. Este é o melhor momento para ver Mercúrio, já que estará no seu ponto mais alto acima do horizonte no céu noturno.

Procure o planeta na parte baixa do céu ocidental logo após o pôr do sol. Aproveite e veja o que significa Mercúrio nas casas.

23 de fevereiro – Lua Nova

A Lua estará localizada no mesmo lado da Terra que o Sol e não será visível no céu noturno. Esta fase ocorre às 12:33 – horário de Brasília.

Esta é a melhor época do mês para observar objetos fracos, como galáxias e aglomerados de estrelas, porque não há luar para interferir.

Calendário lunar março 2020

9 de março – SuperLua

A Lua estará localizada no lado oposto da Terra, assim, o Sol irá iluminá-la totalmente. Esta fase ocorre às 14:48 – horário de Brasília.

Esta Lua Cheia é conhecida como Lua Cheia do Corvo, Lua Cheia de Crosta, Lua Cheia de Seiva e a Lua da Quaresma.

Esta é também a segunda de quatro super Luas previstas para 2020. A Lua estará em sua posição mais próxima da Terra e pode parecer um pouco maior e mais brilhante que o normal.

20 de março – equinócio de março

O equinócio de março ocorre às 00:50 – horário de Brasília. O sol vai brilhar diretamente no equador e haverá quantidades quase iguais de dia e noite em todo o mundo.

Este é também o primeiro dia da primavera (equinócio vernal) no Hemisfério Norte e o primeiro dia de outono (equinócio de outono) no Hemisfério Sul.

24 de março – Lua Nova

A Lua estará localizada no mesmo lado da Terra que o Sol e não será visível no céu noturno. Esta fase ocorre às 06:29 – horário de Brasília.

Esta é a melhor época do mês para observar objetos fracos, como galáxias e aglomerados de estrelas, porque não há luar para interferir.

24 de março – Mercúrio no Maior Alongamento Ocidental

O planeta Mercúrio atinge o maior alongamento ocidental, de 27,8 graus do Sol. Este também é um ótimo momento para ver Mercúrio, já que estará no seu ponto mais alto acima do horizonte no céu da manhã.

Procure o planeta na parte baixa do céu oriental, pouco antes do nascer do sol. Aproveite e veja como Mercúrio influencia os signos.

24 de março – Vênus no Maior Alongamento Oriental

O planeta Vênus atinge o maior alongamento oriental, de 46,1 graus do Sol. Este é o melhor momento para ver Vênus, já que estará no seu ponto mais alto acima do horizonte no céu noturno.

Procure o planeta brilhante no céu ocidental após o pôr do sol. Aproveite e veja o significado de Vênus nas casas.

Calendário lunar abril 2020

8 de abril – SuperLua

A Lua estará localizada no lado oposto da Terra, sendo totalmente iluminada pelo Sol. Esta fase ocorre às 23:35 – horário de Brasília.

Esta Lua Cheia é a terceira de quatro superLuas previstas para 2020. A Lua estará em sua aproximação mais próxima da Terra e pode parecer um pouco maior e mais brilhante que o normal.

22/23 de abril – Chuva de Meteoros Lyrids

O Lyrids é uma chuva de meteoros comum, geralmente produzindo cerca de 20 meteoros por hora em seu pico.

Essa chuva de meteoros será produzida por partículas de poeira deixadas pelo cometa C / 1861 G1 Thatcher, descoberto em 1861. Ela acontece anualmente, de 16 a 25 de abril.

Em 2020, os picos desta chuva de meteoros irão acontecer entre a noite do dia 22 e a manhã do dia 23.

Estes meteoros podem, por vezes, produzir trilhas de poeira brilhantes que duram vários segundos.

A Lua quase nova garantirá céus escuros para o que deverá ser um lindo espetáculo. A melhor visualização será de um local escuro após a 21h.

Os meteoros irradiarão da constelação de Lyra, mas podem aparecer em qualquer parte do céu.

23 de abril – Lua Nova

A Lua Nova estará localizada no mesmo lado da Terra que o Sol e não será visível no céu noturno. Esta fase ocorre às 23:27 – horário de Brasília.

Esta é a melhor época do mês para observar objetos fracos, como galáxias e aglomerados de estrelas, porque não há luar para interferir.

Calendário lunar maio 2020

6/7 de maio – Chuva de meteoros Eta Aquarids

O Eta Aquarids é uma chuva de meteoros acima da média, capaz de produzir até 60 meteoros por hora em seu pico.

A maior parte desse evento astrológico será vista no Hemisfério Sul. No Hemisfério Norte, a taxa pode atingir cerca de 30 meteoros por hora.

Ele é produzido por partículas de poeira deixadas pelo cometa Halley, conhecido e observado desde os tempos antigos.

Essa chuva de meteoros acontece anualmente, de 19 de abril a 28 de maio. Ela chega em 2020 na noite do dia 6 de maio e segue pela manhã do dia 7 de maio.

A Lua Cheia será um problema, pois irá ofuscar todos os meteoros mais brilhantes. Mas se você for paciente, você ainda poderá ser capaz de ver alguns bons.

A melhor visualização será de um local escuro após às 21h. Os meteoros irão irradiar a partir da constelação de Aquário, mas podem aparecer em qualquer parte do céu.

7 de maio – SuperLua

A Lua estará localizada no lado oposto da Terra, sendo totalmente iluminada pelo Sol. Esta fase ocorre às 07:45 – horário de Brasília.

Esta Lua Cheia é a última das quatro superLuas previstas para 2020. A Lua estará em sua posição mais próxima da Terra e pode parecer um pouco maior e mais brilhante que o normal.

22 de maio – Lua Nova

A Lua Nova estará localizada no mesmo lado da Terra que o Sol e não será visível no céu noturno. Esta fase ocorre às 14:39 – horário de Brasília. Esta é a melhor época do mês para observar objetos fracos, como galáxias e aglomerados de estrelas, porque não há Luar para interferir.

Calendário lunar junho 2020

4 de junho – Mercúrio no Maior Alongamento Oriental

O planeta Mercúrio atinge o maior alongamento oriental, de 23,6 graus do Sol. Este é outro bom momento para ver Mercúrio, já que ele estará no seu ponto mais alto acima do horizonte, no céu noturno.

Procure o planeta na parte baixa do céu ocidental logo após o pôr do sol. Aproveite e veja como se preparar para os períodos de Mercúrio retrógrado.

5 de junho – Lua Cheia

A Lua estará localizada no lado oposto da Terra, sendo totalmente iluminada pelo Sol. Esta fase ocorre às 16:12 – horário de Brasília.

5 de junho – Eclipse Lunar Penumbral

Um eclipse lunar penumbral ocorre quando a Lua passa pela sombra parcial da Terra, ou penumbra.

Durante este tipo de eclipse, a Lua escurecerá ligeiramente, mas não completamente. O eclipse será visível na maior parte da Europa, África, Ásia, Austrália, Oceano Índico e Austrália. Veja o Mapa da NASA e mais informações sobre esse eclipse.

21 de junho – Lua Nova

A Lua estará localizada no mesmo lado da Terra que o Sol e não será visível no céu noturno. Esta fase ocorre às 03:42 – horário de Brasília.

Esta é a melhor época do mês para observar objetos fracos, como galáxias e aglomerados de estrelas, porque não há luar para interferir.

21 de junho – Eclipse solar anular

Um eclipse solar anular ocorre quando a Lua está muito longe da Terra para cobrir completamente o sol. Isso resulta em um anel de luz ao redor da Lua escura. A coroa do Sol não é visível durante um eclipse anular.

O caminho do eclipse começará na África central e viajará pela Arábia Saudita, Norte da Índia e Sul da China antes de terminar no Oceano Pacífico.

Um eclipse parcial será visível na maior parte da África oriental, do Oriente Médio e do Sul da Ásia. Veja mais informações sobre esse Eclipse e o mapa interativo da NASA no Google.

22 de junho – Solstício de junho

O solstício de junho ocorre às 18:44 – horário de Brasília. O Pólo Norte da Terra será inclinado em direção ao Sol, que alcançará sua posição mais setentrional no céu e estará diretamente sobre o Trópico de Câncer, a 23,44 graus de latitude Norte.

Este é o primeiro dia do verão (solstício de verão) no Hemisfério Norte e o primeiro dia de inverno (solstício de inverno) no Hemisfério Sul.

Calendário lunar julho 2020

5 de julho – Lua Cheia

A Lua estará localizada no lado oposto da Terra, sendo totalmente iluminada pelo Sol. Esta fase ocorre às 01:44 – horário de Brasília.

Esta Lua Cheia é conhecida como a Lua Cheia do Trovão e a Lua Cheia do Feno.

5 de julho – Eclipse Lunar Penumbral

Um eclipse lunar penumbral ocorre quando a Lua passa pela sombra parcial da Terra, ou penumbra.

Durante este tipo de eclipse, a Lua escurecerá ligeiramente, mas não completamente. O eclipse será visível na maior parte da América do Norte, América do Sul, leste do Oceano Pacífico, oeste do Oceano Atlântico e África Ocidental extrema. Veja o Mapa da NASA e mais informações sobre esse eclipse.

14 de julho – Júpiter na Oposição

O planeta gigante estará mais próximo da Terra e sua face será totalmente iluminada pelo Sol. Ele estará mais brilhante que em qualquer outra época do ano e ficará visível a noite toda.

Este é o melhor momento para ver e fotografar Júpiter e suas luas. Um telescópio de tamanho médio deve ser capaz de mostrar alguns dos detalhes nas faixas de nuvens de Júpiter.

Já um bom par de binóculos deve permitir que você veja as quatro maiores luas de Júpiter, aparecendo como pontos brilhantes em ambos os lados do planeta. Aproveite e veja o significado de Júpiter nas casas.

20 de julho – Lua Nova

A Lua estará localizada no mesmo lado da Terra que o Sol e não será visível no céu noturno. Esta fase ocorre às 14:33 – horário de Brasília.

Esta é a melhor época do mês para observar objetos fracos, como galáxias e aglomerados de estrelas, porque não há luar para interferir.

20 de julho – Saturno na oposição

O planeta com anéis estará mais próximo da Terra e sua face será totalmente iluminada pelo Sol. Ele estará mais brilhante que em qualquer outra época do ano e ficará visível a noite toda.

Este é o melhor momento para ver e fotografar Saturno e suas Luas. Um telescópio de tamanho médio ou maior permitirá que você veja os anéis de Saturno e algumas de suas Luas mais brilhantes. Aproveite e entenda o significado de Saturno nas casas.

22 de julho – Mercúrio no Maior Alongamento Ocidental

O planeta Mercúrio atinge o maior alongamento ocidental, de 20,1 graus do Sol. Este é outro bom momento para ver Mercúrio, já que ele estará no seu ponto mais alto acima do horizonte no céu da manhã.

Procure o planeta na parte baixa do céu oriental, pouco antes do nascer do sol.

28 e 29 de julho – Chuva de Meteoros Delta Aquarids

O Delta Aquarids é uma chuva de meteoros média que poderá produzir até 20 meteoros por hora em seu pico. Os meteoros são produzidos por detritos deixados pelos cometas Marsden e Kracht.

Essa chuva de meteoros acontece anualmente de 12 de julho a 23 de agosto. Em 2020, ela começa na noite do dia 28 de julho e segue pela manhã do dia 29 de julho.

A Lua Crescente ofuscará muitos dos meteoros mais fracos em 2020. Mas se você for paciente, poderá ser capaz de pegar alguns dos mais brilhantes.

A melhor visualização será de um local escuro após às 21h. Os meteoros irão irradiar a partir da constelação de Aquário, mas podem aparecer em qualquer parte do céu.

Calendário lunar agosto 2020

3 de agosto – Lua Cheia

A Lua estará localizada no lado oposto da Terra, sendo totalmente iluminada pelo Sol. Esta fase ocorre às 12:59 – horário de Brasília.

12/13 de agosto – Chuva de meteoros Perseidas

A Perseidas é uma das melhores chuvas de meteoros para observar, produzindo até 60 meteoros por hora em seu pico. É produzida pelo cometa Swift-Tuttle, que foi descoberto em 1862.

As Perseidas são famosas por produzirem um grande número de meteoros brilhantes. Essa chuva acontece anualmente de 17 de julho a 24 de agosto.

Em 2020, ela irá começar na noite do dia 12 de agosto e seguirá até a manhã do dia 13 de agosto.

A Lua Minguante Gibosa vai ofuscar alguns dos meteoros mais fracos este ano, mas os Perseidas são tão brilhantes e numerosos que ainda deve ser um bom show.

A melhor visualização será de um local escuro após às 21h. Os meteoros irão irradiar a partir da constelação de Perseu, mas podem aparecer em qualquer parte do céu.

13 de agosto – Vênus no Maior Alongamento Ocidental

O planeta Vênus atinge o maior alongamento oriental, de 45,8 graus do Sol. Juntamente com o dia 24 de março, este também é um bom momento para ver Vênus, já que ele estará no seu ponto mais alto acima do horizonte no céu da manhã.

Procure o planeta brilhante no céu oriental antes do nascer do sol. Aproveite e descubra a influência de Vênus nos signos.

19 de agosto – Lua Nova

A Lua estará localizada no mesmo lado da Terra que o Sol e não será visível no céu noturno. Esta fase ocorre às 23:42 – horário de Brasília. Esta é a melhor época do mês para observar objetos fracos, como galáxias e aglomerados de estrelas, porque não há Luar para interferir.

Calendário lunar setembro 2020

2 de setembro – Lua Cheia

A Lua estará localizada no lado oposto da Terra, sendo totalmente iluminada pelo Sol. Esta fase ocorre às 02:23 – horário de Brasília.

11 de setembro – Netuno na Oposição

O planeta gigante azul estará em sua aproximação mais próxima à Terra e sua face será totalmente iluminada pelo Sol.

Ele estará mais brilhante que em qualquer outra época do ano e ficará visível a noite toda. Este é o melhor momento para ver e fotografar Netuno.

Devido à sua extrema distância da Terra, ele aparecerá apenas como um minúsculo ponto azul em todos os telescópios, com exceção dos mais poderosos. Aproveite e veja o significado de Netuno nas casas.

17 de setembro – Lua Nova

A Lua estará localizada no mesmo lado da Terra que o Sol e não será visível no céu noturno. Esta fase ocorre às 08:00 – horário de Brasília.

Esta é a melhor época do mês para observar objetos fracos, como galáxias e aglomerados de estrelas, porque não há luar para interferir.

22 de setembro – Equinócio de setembro

O equinócio de setembro ocorre às 10:31 – horário de Brasília. O sol vai brilhar diretamente no equador e haverá quantidades quase iguais de dia e noite em todo o mundo.

Este é também o primeiro dia de outono (equinócio de outono) no Hemisfério Norte e o primeiro dia de primavera (equinócio da primavera) no Hemisfério Sul.

Calendário lunar outubro 2020

1º de outubro – Lua Cheia

A Lua estará localizada no lado oposto da Terra, sendo totalmente iluminada pelo Sol. Esta fase ocorre às 18:06 – horário de Brasília.

Esta Lua Cheia é conhecida como a Lua da Colheita. A Lua da Colheita é a Lua Cheia que ocorre mais próxima do equinócio de setembro a cada ano.

1º de outubro – Mercúrio no Maior Alongamento Oriental

O planeta Mercúrio atinge o maior alongamento oriental, de 25,8 graus do Sol. Este também é um ótimo momento para ver Mercúrio, já que estará no seu ponto mais alto acima do horizonte no céu noturno.

Procure o planeta na parte baixa do céu ocidental logo após o pôr do sol.

7 de outubro – Chuva de meteoros Draconídeos

Os Draconídeos são uma pequena chuva de meteoros que produz apenas cerca de 10 meteoros por hora. Essa chuva é produzida por grãos de poeira deixados pelo cometa 21P Giacobini-Zinner, descoberto em 1900.

Os Draconídeos são uma chuva incomum em que a melhor visualização é no início da noite, em vez de manhã cedo, como a maioria das outras chuvas de meteoros.

Essa chuva de meteoros ocorre anualmente de 6 a 10 de outubro. Em 2020, seu pico será na noite do dia 7.

A Lua Minguante Gibosa poderá ofuscar um pouco o espetáculo. No entanto, no início da noite o céu poderá estar ainda escuro, o que deveria ajudar na visualização.

Os meteoros irão irradiar a partir da constelação de Draco, mas podem aparecer em qualquer parte do céu.

13 de outubro – Marte na oposição

O planeta vermelho estará mais próximo da Terra e sua face será totalmente iluminado pelo Sol. Ele estará mais brilhante que em qualquer outra época do ano e ficará visível a noite toda.

Este é o melhor momento para ver e fotografar Marte. Um telescópio de tamanho médio permitirá que você veja alguns dos detalhes escuros na superfície laranja do planeta.

16 de outubro – Lua Nova

A Lua estará localizada no mesmo lado da Terra que o Sol e não será visível no céu noturno. Esta fase ocorre às 16:32 – horário de Brasília.

Esta é a melhor época do mês para observar objetos fracos, como galáxias e aglomerados de estrelas, porque não há luar para interferir.

21/22 de outubro – Chuva de Meteoros Orionids

O Orionids é uma chuva de meteoros média produzindo até 20 meteoros por hora em seu pico. É produzido por grãos de poeira deixados pelo cometa Halley, que é conhecido e observado desde os tempos antigos.

Essa chuva de meteoros acontece anualmente de 2 de outubro a 7 de novembro. Em 2020, ela chega na noite do dia 21 de outubro e permanece até a manhã do dia 22 de outubro.

A Lua Crescente se põe antes das 22h, deixando um céu escuro. Assim, essa chuva deverá nos proporcionar um bom espetáculo.

A melhor visualização será de um local escuro após às 22h. Os meteoros vão irradiar a partir da constelação de Orion, mas podem aparecer em qualquer parte do céu.

31 de outubro – Lua Azul

A Lua estará localizada no lado oposto da Terra, sendo totalmente iluminada pelo Sol. Esta fase ocorre às 12:51 – horário de Brasília.

Como essa é a segunda Lua Cheia no mesmo mês, às vezes é chamada de Lua Azul. Este raro evento do calendário lunar 2020 ocorre apenas a cada poucos meses, dando origem ao termo “uma vez em uma Lua Azul.”

31 de outubro – Urano na oposição

O planeta azul-verde estará em sua maior aproximação à Terra e sua face será totalmente iluminada pelo Sol. Estará mais brilhante que em qualquer outra época do ano e ficará visível a noite toda.

Este é o melhor momento para ver Urano. Devido à sua distância, ele aparecerá apenas como um minúsculo ponto azul-verde em todos os telescópios, com exceção dos mais poderosos. Aproveite e veja o significado de Urano nas casas.

Calendário lunar novembro 2020

4/5 de novembro – Chuva de meteoros Taurids

O Taurids é uma chuva de meteoros menor, que produz apenas cerca de 5-10 meteoros por hora. É incomum, pois consiste em dois fluxos separados. O primeiro é produzido por grãos de poeira deixados pelo asteroide 2004 TG10. A segunda corrente é produzida por detritos deixados pelo cometa 2P Encke.

Essa chuva de meteoros acontece anualmente de 7 de setembro a 10 de dezembro. Em 2020, ela chega na noite de 4 de novembro.

A Lua Quarto Minguante vai ofuscar todos os meteoros, exceto os mais brilhantes deste ano. Se você for paciente, você ainda poderá ser capaz de ver alguns bons.

A melhor visualização será logo após às 22h de um local escuro, longe das luzes da cidade. Os meteoros vão irradiar a partir da constelação de Touro, mas podem aparecer em qualquer parte do céu.

10 de novembro – Mercúrio no Maior Alongamento Ocidental

O planeta Mercúrio atinge o maior alongamento ocidental, de 19,1 graus do Sol. Este é outro bom momento para ver Mercúrio, já que ele estará no seu ponto mais alto acima do horizonte no céu da manhã.

Procure o planeta na parte baixa do céu oriental, pouco antes do nascer do sol.

15 de novembro – Lua Nova

A Lua estará localizada no mesmo lado da Terra que o Sol e não será visível no céu noturno. Esta fase ocorre às 03:08 – horário de Brasília.

Esta é a melhor época do mês para observar objetos fracos, como galáxias e aglomerados de estrelas, porque não há luar para interferir.

17/18 de novembro – Chuva de Meteoros Leônidas

O Leônidas é uma chuva de meteoros média, produzindo até 15 meteoros por hora em seu pico. Esta chuva é única, pois tem um pico ciclônico a cada 33 anos, onde centenas de meteoros por hora podem ser vistos. O último deles ocorreu em 2001.

O Leônidas é produzido por grãos de poeira deixados pelo cometa Tempel-Tuttle, que foi descoberto em 1865.

Essa chuva de meteoros acontece anualmente de 6 a 30 de novembro. Em 2020, ela terá seu pico na noite do dia 17 e na manhã do dia 18.

A Lua Crescente se põe no início da noite, deixando o céu escuro para o que deverá ser um excelente show.

A melhor visualização será de um local escuro após às 22h. Os meteoros irradiarão da constelação de Leão, mas podem aparecer em qualquer parte do céu.

30 de novembro – Lua Cheia

A Lua estará localizada no lado oposto da Terra, sendo totalmente iluminada pelo Sol. Esta fase ocorre às 07:32 – horário de Brasília.

Aproveite o momento para fazer o ritual da Lua Cheia e canalize o poder dessa fase da Lua para realizar os seus desejos.

30 de novembro – Eclipse Lunar Penumbral

Um eclipse lunar penumbral ocorre quando a Lua passa pela sombra parcial da Terra, ou penumbra. Durante este tipo de eclipse, a Lua escurecerá ligeiramente, mas não completamente.

O eclipse será visível na maior parte da América do Norte, no Oceano Pacífico e no nordeste da Ásia, incluindo o Japão.

Calendário lunar dezembro 2020

13/14 de dezembro – Chuva de meteoros Geminids

O Geminids é o rei das chuvas de meteoros. É considerado por muitos como a melhor chuva nos céus, produzindo até 120 meteoros multicoloridos por hora em seu pico.

É produzida por detritos deixados por um asteroide conhecido como 3200 Phaethon, que foi descoberto em 1982.

Essa chuva de meteoros acontece anualmente de 7 a 17 de dezembro. Em 2020, seu pico será na noite do dia 13 e manhã do dia 14. A manhã do dia 15 também pode ser quase tão ativa em 2020.

A Lua quase Nova irá garantir céus escuros para o que deverá ser um excelente show.

A melhor visualização será de um local escuro após às 22h. Os meteoros irão irradiar a partir da constelação de Gêmeos, mas podem aparecer em qualquer parte do céu.

14 de dezembro – Lua Nova

A Lua estará localizada no mesmo lado da Terra que o Sol e não será visível no céu noturno. Esta fase ocorre às 14:18 – horário de Brasília.

Esta é a melhor época do mês para observar objetos fracos, como galáxias e aglomerados de estrelas, porque não há luar para interferir.

14 de dezembro – Eclipse solar total

Um eclipse solar total ocorre quando a Lua bloqueia completamente o Sol, revelando a bela atmosfera exterior do Sol conhecida como a coroa.

O eclipse total só será visível em partes do Sul do Chile e do Sul da Argentina. Um eclipse parcial será visível na maior parte do Sul da América do Sul, no sudeste do Oceano Pacífico e no Sul do Oceano Atlântico. Veja mais informações sobre esse Eclipse e um mapa interativo da NASA no Google.

21 de dezembro – Solstício de dezembro

O solstício de dezembro ocorre às 08:02 – horário de Brasília. O Pólo Sul da Terra será inclinado em direção ao Sol, que terá alcançado sua posição mais meridional no céu e estará diretamente sobre o Trópico de Capricórnio, a 23,44 graus de latitude Sul.

Este é o primeiro dia de inverno (solstício de inverno) no Hemisfério Norte e o primeiro dia de verão (solstício de verão) no Hemisfério Sul.

21 de dezembro – Rara Conjunção de Júpiter e Saturno

Uma conjunção de Júpiter e Saturno ocorrerá em 21 de dezembro. Essa rara conjunção desses dois planetas é conhecida como uma grande conjunção. A última grande conjunção ocorreu no ano 2000.

Os dois planetas brilhantes aparecerão a apenas 7 minutos um do outro no céu noturno. Eles estarão tão perto que parecerão formar um planeta duplo brilhante. Olhe para o Oeste logo após o pôr do sol para este par planetário impressionante e raro.

21/22 de dezembro – Chuva de meteoros Ursids

O Ursids é uma pequena chuva de meteoros produzindo cerca de 5-10 meteoros por hora. É produzido por grãos de poeira deixados pelo cometa Tuttle, que foi descoberto em 1790.

Essa chuva de meteoros acontece anualmente de 17 a 25 de dezembro. Em 2020, seu pico será entre a noite do dia 21 e a manhã do dia 22.

A Lua Crescente deve se pôr cedo, deixando o céu escuro para o que poderá ser um bom show.

A melhor visualização será logo após às 22h, em um local escuro, longe das luzes da cidade. Os meteoros vão irradiar a partir da constelação da Ursa Menor, mas podem aparecer em qualquer parte do céu.

30 de dezembro – Lua Cheia

A Lua estará localizada no lado oposto da Terra, sendo totalmente iluminada pelo Sol. Esta fase ocorre às 01:30 – horário de Brasília.

Essa Lua Cheia é conhecida como Lua Longa das Noites Longas e a Lua Antes de Yule.

DIÁRIO DO CALENDÁRIO LUNAR 2020

  • Anote sobre como você se sente durante a Lua Nova.
  • Escreva sobre como reage ao pedido de aceleração da Lua Crescente.
  • Descreva sobre como você encara a emotividade da Lua Cheia.
  • Registre os pensamentos que surgem durante a Lua Minguante.

Observe, Calendário lunar 2020 – Confira todos os eventos também como pessoas próximas reagem a cada fase. Há pessoas que reagem muito claramente a cada fase lunar, enquanto outras são menos sensíveis. Foram também assinalados os dias de eclipse lunar, que trazem mexidas na nossa vida ou na de pessoas próximas cerca de três semanas antes e três depois do fenômeno ocorrer no céu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado!

Desative seu Adblock para poder continuar acessando o nosso site!