Bebê-Vampiro

Reprodução/Asia News Wire

Bebê-Vampiro o caso da MalásiaA prática de disseminar notícias falsas chegou a tal nível que, na Malásia, a polícia foi obrigada a emitir uma nota oficial negando a existência de um suposto “bebê vampiro”.

Tudo isso porque um vídeo postado nas redes sociais mostrava a tal criatura como se ela tivesse sido recentemente descoberta em Pahang — o que fez com que o supersticioso povo malaio ficasse bem cabreiro com a história.

No vídeo, o “bebê” é exposto sobre uma mesa e a mão de uma pessoa adulta levanta o queixo da criatura como se tentasse reanima-la sem sucesso.

Investigações conduzidas pelas autoridades malaias verificaram que o vídeo havia sido baixado de uma empresa especializada em criar bonecos hiper-realistas feitos em silicone.

O chefe de polícia de Pahang, Datuk Rosli Abdul Rahman, revelou a farsa em entrevista coletiva.

Polícia da Malásia nega existência de bebê-vampiro

O site que publicou a notícia falsa está fora do ar desde que a parada viralizou.