7 golpes comuns ao comprar passagens online e como evitá-los

9 min


Muitos viajantes acreditam que seus perigos só começam no aeroporto ou no destino. Com o potencial de surtos virais , eventos climáticos desconhecidos e batedores de carteira , você pode ter todos os motivos para estar ciente de seus arredores em um novo país. Mas os novos viajantes podem não perceber que seus maiores perigos podem vir onde menos esperam: golpes na Internet.

Quando se trata de golpes de viagem, cada vez mais pessoas são visadas em seus computadores pessoais e smartphones. De elaborados golpes de phishing que fazem os viajantes pensarem que seus bilhetes foram cancelados a anúncios de mídia social que espalham ataques virais, os viajantes estão sujeitos a mais tentativas de lhes pagar o dinheiro. O que um viajante precisa fazer para ter certeza de que está realmente aproveitando ao máximo suas aventuras?

Quando se trata de vencer os golpes de viagens online, a educação é a melhor forma de defesa. Aqui estão os sete golpes de viagens online mais comuns que todos devem observar e como vencê-los.

01 – Bilhetes de avião grátis

Um dos golpes mais comuns que você pode enfrentar é a passagem aérea gratuita. O golpe online da passagem aérea gratuita faz os viajantes pensarem que estão recebendo uma passagem gratuita, quando na verdade não recebem nada por compartilhar uma postagem viral.

Como funciona: o esquema de viagens online de passagens aéreas grátis é mais comum em canais de mídia social , como Facebook ou Twitter. Por meio desse golpe, os viajantes costumam ver uma mensagem ou postagem na página “oficial” de uma companhia aérea ou agência de viagens. A mensagem afirma que todos os viajantes podem resgatar duas passagens aéreas gratuitas dentro dos Estados Unidos se clicarem no link incluso e encaminhá-lo para amigos.
Quem tem como alvo :  como as  passagens aéreas podem ser caras , esse golpe tem como alvo qualquer pessoa que esteja remotamente interessada em viajar. Ele depende de pessoas que seguem as instruções para se autoperpetuar online, pulando de uma pessoa para outra.

Nunca há passagens aéreas gratuitas. Em vez disso, você acessará um site de “phishing” de terceiros não afiliado à companhia aérea, que acessará suas informações. Com um clique, os golpistas podem roubar a lista de seus amigos ou obter permissão para postar spam na sua linha do tempo. Golpes elaborados até roubam seu nome de usuário e senha por meio de uma página de login falsa.

Como evitar:  para a sorte dos viajantes on-line, esse golpe é fácil de descobrir. Primeiro, verifique se há erros de ortografia no nome da página ou títulos como “Página oficial”. Somente páginas com marcas de seleção azuis são validadas por redes sociais. Em segundo lugar, uma companhia aérea que esteja realizando um concurso real nunca pedirá aos viajantes acesso à sua página por meio de um aplicativo de terceiros ou para se inscrever novamente em sua rede de mídia social. Se este “concurso” pedir alguma coisa, não clique nele. Em vez disso, denuncie o golpe para o canal de mídia social, a fim de eliminá-lo antes que avance.

02 – Ingressos grátis para parques de diversões

Muito parecido com o esquema de ingresso grátis, os golpes de viagens online de ingressos de parque de diversões grátis buscam coletar informações pessoais dos viajantes em troca de um ingresso de parque de diversões grátis. No entanto, essa passagem raramente existe, deixando o candidato a viajante comprometido e de mãos vazias por seus esforços.

Como funciona:  Existem duas maneiras principais de funciona o esquema de ingressos gratuitos para parques de diversões. Em primeiro lugar, assim como o esquema de viagens online de passagens aéreas grátis, os golpistas em canais de mídia social podem oferecer ingressos para parques de diversões gratuitos em troca da preferência, compartilhamento ou login do viajante para obter mais informações.

Os viajantes que procuram um bom negócio em ingressos para parques de diversões podem ingressar em grupos de desconto nas redes sociais. Nesta versão do esquema “grátis” de ingressos para parques de diversões, os  viajantes podem receber dias não utilizados  em um ingresso de vários dias, em troca de uma “taxa de cortesia” ou “frete e manuseio”. No entanto, passar por cima de um passe de vários dias é frequentemente contra os termos e condições, deixando os compradores em risco de perder seu dinheiro (se o bilhete for válido em primeiro lugar).

Quem é o alvo: ao  contrário do golpe de bilhete aéreo grátis, o golpe de viagem online de bilhete grátis de parque de diversões tem como alvo principal as famílias que procuram escapadelas. Por meio da mídia social, esse golpe é frequentemente perpetuado de família para família, na esperança de que eles possam obter uma escapadela gratuita simplesmente por compartilhar um status ou link. Em grupos de descontos e sites ponto a ponto, os golpes costumam ser oferecidos por “pais frugais” que querem ajudar outra família.

Como evitar:  como diz o velho ditado: se é bom demais para ser verdade, provavelmente é. Os viajantes devem ficar atentos a erros ortográficos reveladores ou a nenhuma marca oficial de seus parques de diversões favoritos. Se você deseja obter um ingresso de pool, certifique-se de conhecer o seu grupo de pool pessoalmente e de que pode confiar seu dinheiro a ele. Para fechar uma oferta sem jogos,  considere sites de descontos verificados , como o Groupon ou os descontos de verão da US Travel Association.

03 – Páginas falsas do Facebook

Enquanto os dois primeiros golpes são perpetuados principalmente de maneiras diferentes, o terceiro golpe vive para o Facebook. Tudo o que um golpista precisa é um logotipo e um incentivo para capturar suas informações pessoais.

Como funciona:  um golpe de viagem online de página falsa do Facebook acontece quando o golpista cria uma página de aparência oficial com o nome do provedor de viagens. Essas páginas geralmente contêm logotipos e marcas, junto com conteúdo adicional limitado. Por meio dessas páginas, eles criarão promoções ou ofertas para viajantes, com o intuito de fazer com que eles se cadastrem ou compartilhem o link em suas redes. Em muitos casos, essas “ofertas” vão desde uma passagem aérea com desconto até uma passagem totalmente gratuita para inscrição no aplicativo de terceiros.

Quem é o alvo  este golpe de viagens online tem como alvo qualquer pessoa que queira um vôo grátis – desde famílias até viajantes frequentes experientes. Os viajantes clicarão neste golpe porque ele é compartilhado por um amigo ao qual estão conectados, o que os leva a acreditar que é um negócio confiável.

Mas, sem uma conexão real com a empresa, os viajantes em potencial muitas vezes acabam fornecendo suas informações a terceiros que desejam apenas roubar suas identidades . Eles então usarão a lista de amigos de um alvo para encontrar mais alvos em potencial.

Como evitar: os  viajantes que encontrarem uma página falsa do Facebook em um esquema de viagens online devem, antes de mais nada, relatá-la ao Facebook para remoção. Depois disso, esses mesmos viajantes podem procurar outros meios de viajar para obter um desconto.

04 – Emails falsos de confirmação de voo

Um dos mais novos golpes de viagem para atingir os viajantes é desconectado das redes sociais, mas, em vez disso, tem como alvo sua caixa de entrada. O golpe online de viagens “Confirme seu voo” chega até você por meio de sua caixa de entrada.

Como funciona: dias ou semanas antes da viagem, os viajantes podem receber um e-mail que parece ser de uma companhia aérea. No e-mail, a “companhia aérea” pode dizer que o viajante ainda não confirmou sua passagem e deve acessar um site para fazer o login e confirmar a viagem.

Ao clicar no link, o viajante é direcionado a um site de aparência oficial, onde pode ser solicitado a confirmar seu itinerário e registro de nome do passageiro (PNR) ou fazer login por meio de sua conta de passageiro frequente. Assim que o viajante fizer isso, ele terá tudo de que precisa para roubar milhas do passageiro frequente ou sequestrar uma passagem inteira.

Quem tem como alvo: esse golpe geralmente tem como alvo qualquer pessoa com uma conta de passageiro frequente ou que esteja se preparando para um voo. Embora alguns ataques sejam mais aleatórios do que outros, aqueles que publicaram planos de viagem nas redes sociais podem ser o alvo.

Os golpistas buscam uma de duas informações: o PNR de viagem ou as informações da conta do passageiro frequente. Aqueles que possuem o PNR potencialmente roubam itens essenciais da identidade de um viajante, incluindo nome completo, endereço e número do passaporte, o que pode causar complicações. Aqueles que procuram roubar contas de passageiro frequente muitas vezes roubam pontos e milhas do viajante desconhecido, que podem ser resgatados posteriormente em nome de outra pessoa.

Como Evitar: Quem receber um desses e-mails não deve clicar no link ou fornecer qualquer informação. Em vez disso, eles devem primeiro entrar em contato com sua companhia aérea para garantir que os bilhetes ainda não foram comprometidos.

Em segundo lugar, certifique-se de alterar sua senha em sua conta de passageiro frequente, para garantir que suas informações sejam mantidas sãs e salvas. Ao alterar as senhas imediatamente, você pode garantir que suas informações pessoais ou milhas não vão a lugar nenhum.

05 – Craigslist e golpes do Airbnb

Com a prevalência contínua da economia compartilhada, mais viajantes estão recorrendo ao aluguel de quartos por meio do Airbnb, VRBO e outras plataformas semelhantes. Para a maioria dos viajantes internacionais, eles oferecem uma excelente alternativa aos hotéis caros que estão sempre lotados.

Mesmo que pareça uma maneira mais barata e melhor de viver como um local, também pode abrir a porta para ainda mais perigos. Antes que o aluguel de uma casa dos sonhos se transforme em pesadelo , os golpistas querem pegar seu dinheiro e deixá-lo de mãos vazias.

Como funciona: Depois de navegar em sites legítimos de compartilhamento de quartos, como o Airbnb, alguns viajantes podem procurar anúncios classificados locais gratuitos para obter um sabor para sua futura comunidade ou tentar encontrar uma lista concorrente. Por meio de sites como o craigslist ou até mesmo de mídia social, os golpistas anunciarão o aluguel de casas que são potencialmente mais baratos do que os sites de compartilhamento de casas.

O golpe funciona diretamente por meio de mensagens: ou o alvo enviará uma mensagem para o artista do golpista ou o golpista entrará em contato com o indivíduo por meio de um quadro de mensagens ou outro anúncio. Na mensagem, o golpista dirá que tem um quarto mais barato disponível, mas exige um depósito adiantado.

Quando o golpe é bem-sucedido, os alvos concordam com um preço e, em seguida, transferem dinheiro via Western Union ou enviam dinheiro por um aplicativo como o Venmo. Quando chega a hora de ficar no quarto, os alvos descobrem que o dono ou o local nunca existiu.

Quem tem como alvo: esse golpe geralmente funciona contra quem busca um quarto próximo a um local ou evento, mas não quer pagar quantias exorbitantes de dinheiro em um hotel. Em vez de tentarem esperar na fila para conseguir um hotel, eles se voltarão para sites alternativos para tentar encontrar um negócio melhor.

É aqui que os golpistas tiram vantagem. Ao afirmar que têm um quarto melhor por menos, eles podem despertar o interesse do viajante e, por fim, tentar separá-los de seu dinheiro. Quando funciona, o golpista fica com o dinheiro e o alvo não recebe nada em troca.

Como evitar: qualquer negócio no craigslist ou por meio de um canal de mídia social é sempre perigoso porque você tem menos proteções. Nunca é uma boa ideia fazer negócios com alguém que você não conhece fora de um canal confiável. Se você decidir adquirir um quarto compartilhado, acesse o Airbnb , VRBO ou outro site que forneça proteções no caso de seu quarto cair.

06 – Ofertas de companhias aéreas com iscas e trocas

Nos primórdios da Internet, era fácil criar um site fraudulento para tirar dinheiro de viajantes desavisados. Hoje, alguns desses golpes ainda estão vivos e bem, especialmente no espaço de viagens. O golpe de viagens online “isca e troque” ainda pode tirar seu dinheiro rapidamente, substituindo o preço de um voo por outro.

Como funciona: O esquema de viagens on-line “isca e troque” é mais comum entre as agências de viagens on-line offshore. Esse golpe funciona parcialmente usando anúncios em mecanismos de pesquisa ou anúncios pop-up, alegando que eles podem economizar centenas de dólares em uma viagem.

Quando os viajantes acessam o site, são apresentados preços mais baixos do que nas principais agências de viagens online. O que eles geralmente deixam de divulgar é a ampla gama de taxas. Isso pode incluir taxas de conveniência online até taxas especiais de emissão de bilhetes impostas pelo site. Como resultado, você não verá o preço muito maior que realmente paga antes de fornecer o número do seu cartão de crédito.

Quem é o alvo: Quem viaja está sempre em busca do melhor preço disponível. E com muitas companhias aéreas internacionais procurando seu negócio, sempre há várias opções. Esse golpe visa roubar dinheiro do mais frugal dos viajantes que desejam o melhor preço. Em vez de obter o melhor preço, esses sites geralmente cobram demais de propósito, com poucos recursos.

Como evitar: Mesmo que um preço baixo pareça tentador, nem sempre é o melhor. Os viajantes experientes podem usar ferramentas avançadas como ITA Matrix para encontrar a tarifa aérea mais baixa absoluta e códigos para voar com desconto.

Mas para os viajantes novatos que procuram bons preços devem ficar para as agências experimentadas e verdadeiras. Sites de viagens online como Google Flights e Hipmunk podem ajudá-lo a encontrar os melhores preços para viagens com pouca dificuldade.

07 – Sites de hotéis falsos

Por fim, os golpes de reserva também podem atingir os viajantes que também buscam o melhor negócio em suas viagens. De acordo com a  American Hotel and Lodging Association , mais de 15 milhões de viajantes são vítimas de sites de reservas falsas todos os anos, custando aos viajantes – e à indústria – milhões de dólares.

Como funciona:  quando se trata de ofertas de viagens online, muitos viajantes farão uma comparação entre sites para obter a melhor oferta. Quando encontram o melhor preço para suas acomodações, não têm problema em reservá-lo e confiar no site que procuram. No entanto, nem todos os sites são iguais. Alguns sites oferecem uma grande oferta, apenas para que a oferta não exista no hotel.

Quem é o alvo: esse golpe geralmente tem como alvo aqueles que estão familiarizados com a comparação de compras on-line, sendo o maior alvo aqueles que fazem comparações por meio de mecanismos de pesquisa. Os golpistas criarão sites convincentes, amigáveis ​​aos mecanismos de pesquisa, que se parecem e respondem como sites de agências de viagens online comuns.

No entanto, em algumas situações, não há nada ativando esses sites no back-end. Em vez disso, um viajante está enviando suas informações de cartão de crédito e pagando antecipadamente por um hotel sem reserva, e ninguém para quem voltar quando suas reservas de hotel não forem válidas.

Como evitar: em primeiro lugar, os viajantes inteligentes são rápidos em fazer perguntas sobre onde estão reservando online, incluindo sua reputação. Aqueles que estão preocupados com a autenticidade de seu site devem sair e usar uma agência de viagens online confiável. Mesmo que custe mais, a paz de espírito que acompanha uma agência de viagens online confiável supera muito em qualquer dia da semana.


Like it? Share with your friends!

118

0 Comments

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *