Wanderson Mota Protácio se entrega à polícia em Gameleira de Goiás

 Chegou ao fim a caçada pelo criminoso Wanderson Mota Protácio, de 21 anos, suspeito de três homicídios em Goianápolis (GO). A coluna confirmou que o rapaz se entregou em um posto da Polícia Militar, na manhã deste sábado (4/12), em Gameleira de Goiás.

Informações iniciais dão conta de que o homem teria entrado em uma residência na cidade e foi convencido pelos moradores a se entregar.

Wanderson é suspeito de matar a facadas a companheira Raniere Aranha Figueiró, de 19 anos, e a filha dela, Geysa Aranha Rocha de Souza, de 2 anos, além de um fazendeiro na região de Corumbá de Goiás, no Entorno do DF.

Entenda

Em seis dias de buscas pelo caseiro Wanderson Mota Protácio, de 21 anos, suspeito de três assassinatos em Goiás, a ação policial circulou por diferentes pontos no território goiano. A movimentação já passou pela região entre Alexânia e Abadiânia, no Entorno do Distrito Federal, e se deslocou para Gameleira de Goiás, já bem próximo a Anápolis e Goianápolis. O suspeito já morou nesta última cidade e conhece a região.

Ao longo dos dias, policiais investigam diversas denúncias de moradores que afirmam ter visto o suspeito ou alguém muito parecido com ele. Algumas delas são logo descartadas pelas equipes de investigadores, como dois vídeos de uma pessoa suspeita captados por câmeras de monitoramento ainda nos primeiros dias. Houve um rumor em um supermercado de Goianápolis na quinta-feira (2/12) e outro em uma chácara de Abadiânia na terça-feira (30/11).


Alex Santos

Criador do site BR Acontece atualizado nos principais assuntos em política, economia, tecnologia e variedades.

Postagem Anterior Próxima Postagem