Assistir São Paulo x Racing: onde assistir, escalação, horário e as últimas notícias


Equipes entram em campo nesta terça-feira (18), pela quinta rodada da Copa Libertadores; veja como acompanhar ao vivo na TV e na internet

São Paulo e Racing se enfrentam nesta terça-feira (18), às 21h30 (de Brasília), no Morumbi, pela quinta rodada da Copa Libertadores, valendo a liderança do grupo E. A partida terá transmissão ao vivo no SBT (para todo o Brasil, exceto para o Rio de Janeiro, Distrito Federal, Manaus, Vitória, Fortaleza e Belém), na TV aberta, e na Conmebol TV, na TV fechada. 

O SBT (para todo o Brasil, exceto para o Rio de Janeiro, Distrito Federal, Manaus, Vitória, Fortaleza e Belém), na TV aberta, e a Conmebol TV, na TV fechada, são os canais que vão transmitir o jogo desta terça-feira (18), às 21h30. Na Goal, o torcedor também acompanha tudo do pré, durante e pós jogo em tempo real.

Quais são os canais da Conmebol TV?

Sky

  • 220 e 221 SD; 620 e 621 HD
  • os canais também estarão disponíveis no Sky Play, serviço de streaming da operadora

Net/Claro

  • 711, 712, 713 e 714
Dividindo a liderança do grupo E, São Paulo e Racing, com oito pontos, entram em campo valendo a primeira posição na tabela de classificação.

Para o confronto no Morumbi, o técnico Hernán Crespo deve optar por um time reserva, de olho no primeiro jogo da final do Campeonato Paulista, que será disputado no domingo (23), contra o Palmeiras. Daniel Alves, em fase final de recuperação de uma lesão na coxa, pode ser opção.

Já o Racing também pode optar por entrar em campo com um time alternativo, uma vez que a equipe disputará a semifinal da Copa Argentina no próximo fim de semana.

Provável escalação do São Paulo: Lucas Perri (Tiago Volpi); Diego Costa, Rodrigo Freitas e Bruno Alves; Orejuela, Rodrigo Nestor, Talles Costa, Igor Gomes e Welington; Luciano e Vitor Bueno. 

Provável escalação do Racing: Gastón Gómez; Fabricio Domínguez, Imanol Segovia, Lucas Orban, Joaquín Novillo, Ignacio Galván; Aníbal Moreno, Julián López, Matías Rojas; Maximiliano Lovera e Leandro Godoy.
SEUCOMENTÁRIOS