Whey protein, queridinho nas academias é mais poderoso do que se pensa; saiba... - BR Acontece

Whey protein, queridinho nas academias é mais poderoso do que se pensa; saiba…

BR ACONTECE
Amante da internet, tv, plataformas blogger e WordPress. Vivo conectado em um mundo chamado notícias online, sempre atualizando o site BR. Email:
O suplemento queridinho nas academias certamente é o Whey Protein. Mas será que todos sabem para que eles realmente servem e como são feitos? Começando com uma explicação básica é importante saber a composição essencial do suplemento. O poderoso Whey é nada mais do que a proteína do soro do leite que é extraído durante o processo de transformação em queijo.

Se é importante comer proteína por proteína, porque não consumir a animal, visto que a carne vermelha, o peixe, frango, ovos também possuem as macrocélulas?! O diferencial está no valor biológico, que é maior do que todos os outros, ela possui VB 100. “O que mais se aproxima do Whey, é o ovo, que varia de 88 a 100”, explica a nutricionista Carla Varandas Andrade.

Outra vantagem é que o Whey Protein vem com alta concentração de Glutamina e BCAA. “São aminoácidos essenciais para a recuperação muscular, por ajudar a ‘curar’ lesões e regenerar as células musculares e os wheys de qualidade são livres de colesterol e gordura “, defende. 

Tipos de Whey


Após a extração do soro do leite, ainda há muito água no processo, chegando a representar mais de 90% do que foi retirado. Então o passo seguinte é a microfiltração e ultrafiltração. “Todo um processo químico é introduzido na produção do produto final. Há uma precipitação de ácidos e bases, normalmente por troca iônica, resultando em maior concentração de proteína”, explica Carla Varandas.

Desse processo podem ser retirados ainda três tipos de whey: o Concentrado, – um pouco mais barato, pois passa por somente um processo de filtragem, menos custoso, mas ainda assim possui de 70% a 80% de proteínas e a outra parte, é formada por gorduras e carboidratos. A segunda opção é a Whey Isolada, com concentração de proteínas muito maior que a primeira e resulta em 95% de proteínas e algumas marcas chegam a zero de carboidratos e gorduras. É uma opção para quem quer emagrecer e definir. E a última é a Whey Protein Hidrolisada. “Essa passa por uma filtragem detalhada, conhecido como hidrólise. A diferença é que durante o processo, as proteínas são quebradas ao extremo, transformadas em pequenas partículas, o que facilita a absorção mais rápida pelo organismo”, explica a nutricionista.

Efeitos do Whey


O consumo da proteína promove maior retenção de nitrogênio, o que favorece o crescimento muscular. Além disso o suplemento tem ação antioxidante, fortalece a imunidade natural do corpo e reduz os sintomas dos dias em que há excesso de treino e pouco descanso, o conhecido por alguns como overtraining. E mais, “ele é essencial para a chamada ‘janelas de oportunidades’, aquele momento que logo após o treino o músculo está mais receptivo aos nutrientes e por isso absorve mais rapidamente as proteínas e aminoácidos”, diz.

Deixe um comentário