Veja o vídeo: Conheça Pattyficação, a morena que adora fazer sexo com policiais das UPP's do Rio - BR Acontece

Veja o vídeo: Conheça Pattyficação, a morena que adora fazer sexo com policiais das UPP’s do Rio

BR ACONTECE
Amante da internet, tv, plataformas blogger e WordPress. Vivo conectado em um mundo chamado notícias online, sempre atualizando o site BR. Email:
Patrícia Alves 23 anos, a “Patty”, é uma moça morena, de cabelos compridos e ondulados, com o corpo coberto por tatuagens. A moça veio de Pernambuco para o Rio de Janeiro na adolescência e hoje mora com a irmã e um cunhado na cidade maravilhosa.
Mas porque esta morena se tornou tão comentada esta semana? Bom; Patrícia tem o costume de percorrer os containers das UPP de áreas pacificadas do Rio para saciar um desejo, manter relações sexuais com policiais. A jovem ainda se deixa fotografar e filmar suas peripécias com os policiais.
Os vídeos com as relações amorosas da moça já circula por meio do WhatsApp, e alguns policiais já se referem a ela como Pattyficação, a musa das UPP.
Segundo informou ela própria, a mesma tem atração por policiais desde os 15 anos de idade e já teria percorrido batalhões para encontrá-los, mas a cerca de cinco anos, ela só frequenta as unidades da PM nas favelas.
“Não ganho para isso (manter relações sexuais) com eles. Faço porque gosto, por prazer. Sou fanática por policial”. Em uma das imagens que circulam pelos bate-papos virtuais, ela está com uma farda preta, segurando um fuzil.
Nenhum PM, entretanto, assume que tenha usado os serviços prestados por Patty.“Já ouvi falar muito dela, todo mundo a conhece” afirma um soldado da UPP da Nova Brasília”. Ela garante que usa camisinha em todas as relações, que acontecem tanto com praças como com oficiais:“Eu quero ficar famosa. Na polícia, eu já sou né? Amo muito os PMs. Fiz a tatuagem (da UPP) em homenagem a eles”. A moça tem também uma tatuagem com a sigla “UPP” na virilha.
Quem não esta muito contente com tudo isso, são as mulheres dos policiais, uma delas prometeu até da uma “voadora” na moça. Enquanto que outra ameaça fazer uma visitinha surpresa de madrugada nas UPP’s. Uma terceira avisa: “Quem não da assistência abre concorrência”.
Nas redes sociais, as mulheres deixaram comentários “Se eu pego, nego, você está morto”, escreve uma mulher ao marido PM. “Acho um gesto belíssimo de amor as esposas irem às UPP, às 3h, levar um McDonald’s”, aconselha uma policial às mulheres.Em outro perfil do Facebook, outra mulher manda recado: “Eles só se esquecem que enquanto eles dão uma rapidinha, sua cama passa a noite inteira vazia.” A Coordenadoria de Polícia Pacificadora informou que está abrindo um procedimento apuratório para investigar essas imagens.


Veja o vídeo (Proibido para menores de 18 anos)

Deixe um comentário