Vale dos Machados em Guarulhos tem noite tensa após morte de acusado - BR Acontece

Vale dos Machados em Guarulhos tem noite tensa após morte de acusado

BR Acontece
Criador do site BR Acontece, amante da internet, tv, plataformas blogger e WordPress. Vivo conectado em um mundo chamado notícias online, sempre atualizando o site BR.
Vale dos Machados
Moradores do Vale dos Machados, na região da Vila Rio, relatam que há trocas de tiros nas ruas do bairro na noite desta sexta-feira, que estariam ocorrendo entre policiais militares e pessoas envolvidas com o tráfico. Há imagens de fogo colocado em carros, que seria em protesto pela morte de um acusado que morreu na noite passada após uma intervenção da Polícia Militar no local.
Segundo o GuarulhosWeb apurou, a PM realiza uma grande operação no bairro, depois que recebeu mensagens que relatavam retaliações e ataques a policiais a partir desta noite, por parte de integrantes de uma facção criminosa.
Mensagens trocadas por PMs aconselham as pessoas a não ficarem pelas ruas e para que integrantes da corporação e também da GCM redobrarem a atenção, porque eles têm informações que o crime organizado irá promover represálias contra os policiais.
Um ônibus teria sido incendiado próximo ao posto de saúde no bairro. Mensagens que ciruculam em redes sociais dão conta de que haveria até o pagamento para quem colocar fogo nos coletivos.
O caso
Pedro Henrique de Souza Sobral, de 26 anos, foi morto após uma denúncia de tráfico de drogas, na região do Vale dos Machados. Um policial militar que participou da ação foi ferido, mas passa bem. O caso será investigado pelo Setor de Homicídios de Guarulhos.
A ocorrência teve início pela rua Davi quando policiais foram chamados para verificar uma denúncia de tráfico de drogas. Com a aproximação da viatura, Pedro e outros indivíduos teriam tentado fugir do local.
Na sequência, Pedro teria entrado em uma residência onde foi perseguido pelos policiais. Para continuar a fuga, ele teria pulado do segundo andar da casa, mas foi interceptado por um PM.

 

Deixe um comentário