PM entram em confronto com manifestantes em ato contra o impeachment - BR Acontece

PM entram em confronto com manifestantes em ato contra o impeachment

BR Acontece
Criador do site BR Acontece, amante da internet, tv, plataformas blogger e WordPress. Vivo conectado em um mundo chamado notícias online, sempre atualizando o site BR.

Polícia usou bombas de gás e de efeito moral (estampido) para evitar manifestantes de apoiadores de Dilma ao prédio da Fiesp nesta segunda-feira

7lvhyx62n1xymvowijq6rdhj7Cris Faga/Fox Press Photo/Estadão Conteúdo – 29.8.16

Manifestantes ateiam fogo em objetos durante o ato “Fora Temer”, na Avenida Paulista, em São Paulo

 

As frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular realizam nesta segunda-feira (29), na Avenida Paulista, uma manifestação em protesto contra o processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff, cujo julgamento no Senado entrou hoje no quarto dia.

O clima é tenso na região, e a Polícia Militar chegou a usar bombas de efeito moral para impedir que os manifestantes se aproximassem do prédio da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), entidade que os dois movimentos consideram “patrocinadora do golpe” contra a petista.

dldc92s1xm3ctnknz7cp3rts1Fábio Vieira/FotoRua/Estadão Conteúdo – 29.8.16

Militar lança bombas de gás contra manifestantes pró-Dilma e contrários ao governo interino de Michel Temer

A caminhada começou por volta das 18h20 na Praça do Ciclista, que fica na Avenida Paulista, e pretendia chegar até a sede da Fiesp, situada na mesma via. A PM fez um bloqueio para evitar que os manifestantes chegassem ao prédio da entidade. Quando estes se aproximaram do bloqueio, por volta das 18h50, os policiais começaram a soltar bombas de efeito moral. Os participantes da passeata correram então para o vão-livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp).

O major Teles, responsável pelo policiamento da região nesta segunda-feira, disse aos jornalistas que a PM soltou as bombas porque os organizadores não tinham informado qual seria o trajeto da manifestação.

A PM não fez estimativa sobre o número de participantes do protesto, estimado pelos organizadores em 2 mil.

ManifestantesDario Oliveira/Código19/Estadão Conteúdo – 29.8.16

O ato, convocado pelas frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular, teve concentração na Praça do Ciclista

 

Fonte: Último Segundo – iG

Deixe um comentário