Murilo Rosa obriga o Google e o Youtube a retirarem suas imagens íntimas - BR Acontece

Murilo Rosa obriga o Google e o Youtube a retirarem suas imagens íntimas

BR Acontece
Criador do site BR Acontece, amante da internet, tv, plataformas blogger e WordPress. Vivo conectado em um mundo chamado notícias online, sempre atualizando o site BR.

Murilo Rosa conseguiu uma liminar na Justiça obrigando o Google e o Youtube a retirarem suas imagens íntimas da rede. A informação foi confirmada pelo advogado do ator, Ricardo Brajterman. A multa para o descumprimento é de R$ 10 mil por dia. A medida provisória está valendo há duas semanas.15jul2015---murilo-rosa-1436973406606_826x500
UOL procurou o Google que se pronunciou por meio de uma nota:
“O Google não comenta casos específicos. No entanto, cabe esclarecer que o Google não é o responsável pelo conteúdo publicado na Internet, e não exerce controle prévio sobre os conteúdos criados pelos usuários nem fará o papel de polícia ou de juiz em relação aos conteúdos criados pelos internautas.”
A reportagem fez uma pesquisa e verificou que as imagens do ator continuam na rede. A audiência para discutir o caso ainda não foi marcada. O processo corre em segredo de Justiça.
Entenda o caso
O ator foi alvo de uma tentativa de extorsão e registrou queixa na 14ª DP (Leblon) e e na Delegacia de Repressão a Crimes de Informática, depois que uma foto de sua intimidade circulou na web. A pena para este tipo de crime é de 4 a 10 anos de reclusão.
O advogado Ricardo Brajterman afirmou que as fotos são falsas e que foi feita uma “montagem tosca”. “As pessoas que fizeram a montagem responderão na área cível e criminal”, explicou, por telefone a reportagem.
Uma voz feminina deixou recados no telefone de Murilo dizendo que teria fotos e vídeos “de cunho sexual” dele e exigiu uma quantia a ser negociada para não publicar as imagens na web.
A partir desse número, foi possível localizar o proprietário da linha. O suspeito, um homem, foi chamado para depoimento. O número de telefone localizado foi apresentado pela polícia a Murilo.
O ator, que é casado com a modelo Fernanda Tavares, com quem tem dois filhos, Lucas e Arthur, declarou a polícia que não forneceu imagens de cunho sexual a ninguém.
Outros casos
A atriz Carolina Dieckmann foi pega de surpresa quando fotos suas em momentos íntimos foram divulgadas na internet em maio do ano passado. Antes de publicarem, os hackers tentaram chantagear a atriz, que se recusou a pagar os R$ 10 mil pedidos.
Dez dias depois do vazamento, os autores do crime foram descobertos. Os três suspeitos podem ser condenados a até 15 anos por crimes como furto, extorsão e difamação. Em entrevista ao “Jornal Nacional”, Carolina comparou o acontecido a “uma faca no peito”. Uma nova lei contra crimes digitais foi batizada com o nome da atriz.. “Envaidece existir a lei, mas não me envaidece ter o meu nome”, comentou Carolina.
Isis Valverde, que interpretou a atirada Suellen em “Avenida Brasil”, também sofreu algo semelhante quando um paparazzo espalhou boato de que teria feito um vídeo íntimo da atriz com o atual namorado, o produtor Tom Rezende, em novembro do ano passado. Segundo o advogado da atriz, Ricardo Brajterman, o fotógrafo foi localizado e irá responder pelo crime na Justiça. O vídeo não chegou a ser divulgado.
(Uol SP)

Deixe um comentário