Estranho hackeia babá eletrônica à noite e grita: 'Acorda, neném!'. - BR Acontece

Estranho hackeia babá eletrônica à noite e grita: ‘Acorda, neném!’.

BR ACONTECE
Amante da internet, tv, plataformas blogger e WordPress. Vivo conectado em um mundo chamado notícias online, sempre atualizando o site BR. Email:
Um hacker interceptou a comunicação entre uma babá eletrônica e o celular que monitorava em vídeo e áudio o sono de uma bebê de 10 meses na cidade de Hebron, em Ohio, nos EUA. Após observar o sono da criança por algum tempo, o invasor gritou no meio da noite: “Acorda, neném!”, assustando os pais dela, Adam e Heather Schreck, que despertaram espavoridos.
Emmy, de 10 meses, vítima de um susto ao ter sua babá eletrônica Foscam IP hackeadaReprodução / FOX19
De acordo com a emissora FOX19, de Cincinnati, o casal correu para o quarto da pequena Emma e viu a câmera da babá eletrônica se movendo, passando a apontar para o pai do bebê. Nesse ponto, o hacker começou a gritar impropérios para Adam, que rapidamente desligou o aparato.
“De repente, ouvi o que parecia ser uma voz de homem mas, como estava dormindo, não tive certeza”, disse Heather. “Quando entrei no quarto, a câmera se moveu e ouvi a voz gritando para minha filha ‘Acorda, neném! Acorda, neném!’ Aí meu marido entrou no quarto e a câmera passou a apontar para ele”.
Adam contou: “O sujeito começou a gritar comigo. Disse coisas ruins, algumas obscenidades. Então desliguei a câmera na mesma hora. Você se sente violado com algo assim. Hackearam a câmera de fora da casa”.
O aparelho era uma Foscam IP Camera, dispositivo muito usado para monitorar bebês pelo celular, mas facilmente hackeável, abrindo uma janela para invasores interessados na privacidade de cidadãos comuns, que muitas vezes não mudam a senha de fábrica de seus roteadores Wi-Fi nem da própria câmera.
A Foscam, no caso, é conhecida por ter apresentado em abril de 2013 uma vulnerabilidade de firmware (uma “camada” de controle entre o hardware e o software) que já foi corrigida com um upgrade. Só que muitos usuários nunca aplicaram a correção.
Não foi a primeira vez
Caso semelhante se deu em agosto de 2013 em Harris County, a leste de Houston, no Texas, com o mesmo equipamento, envolvendo uma mulher de má índole. A emissora KTRK noticiou a ocorrência que afetou uma bebê de 2 anos, Allyson, filha de Marc e Lauren Gilbert. Uma voz feminina “com sotaque britânico ou europeu” começou a berrar para a menina, chamando-a pelo nome, xingando-a de “Effing moron” e acordando-a com gritos ofensivos de “Wake up, you little slut!”. A CNN tem o vídeo do depoimento do pai na casa da família.
Pela web afora, vários outros casos são relatados com respeito a dispositivos Foscam, que, a esta altura, bem merece o epiteto de “a pior fabricante de babás eletrônicas da História”.
 

Deixe um comentário