Eduardo Sterblitch quebra o silêncio e desabafa: “muito chateado e triste”


Afastado do programa ‘Pânico’, exibido na Band aos domingos, Eduardo Sterblitch falou pela primeira vez sobre as acusações de racismo por conta do personagem Africano. Em entrevista ao site ‘Uol’, o humorista afirmou que não pretende deixar a atração e falou das críticas que recebeu por conta do ocorrido.

“Claro que fiquei abalado com a repercussão sobre o racismo. Muito. Fiquei muito chateado e ainda estou triste com a situação, que me fez refletir. É um assunto que tem que ser discutido com profundidade. Eu nunca vou sair do ‘Pânico’. Eu aproveitei para curtir a lua de mel e para refletir. O ser humano que não reflete não amadurece”, disse.

panicoFoto: Reprodução

Entenda o caso
Um personagem do programa Pânico na Band, identificado como Africano, gerou revolta nas redes sociais e virou uma denúncia à Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial(Seppir) da Presidência da República. Interpretado por Eduardo Sterblitch, o personagem faz parte do quadro “Pânico Chef”, paródia do reallity show de culinária “Master Chef”.

O ator, que é branco, se pinta de preto (blackface) e usa roupa de malha preta cobrindo todo o corpo. O personagem emite sons indecifráveis em alto volume, movimenta-se como macaco e bebe água direto da torneira. Também aproveita para satirizar práticas de limpeza do corpo e da alma com galhos verde e faz danças semelhantes à cultura africana e indígena. A Comissão Nacional da Verdade da Escravidão Negra no Brasil, ligada ao Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), pediu ao governo federal que tome providências contra o quadro considerado racista.

 

Comments 0

Deixe uma resposta

log in

Become a part of our community!

reset password

Back to
log in
Choose A Format
Personality quiz
Trivia quiz
Poll
Story
List
Open List
Ranked List
Meme
Video
Audio
Image