Eduardo Sterblitch quebra o silêncio e desabafa: "muito chateado e triste" - BR Acontece

Eduardo Sterblitch quebra o silêncio e desabafa: “muito chateado e triste”

BR Acontece
Criador do site BR Acontece, amante da internet, tv, plataformas blogger e WordPress. Vivo conectado em um mundo chamado notícias online, sempre atualizando o site BR.

Afastado do programa ‘Pânico’, exibido na Band aos domingos, Eduardo Sterblitch falou pela primeira vez sobre as acusações de racismo por conta do personagem Africano. Em entrevista ao site ‘Uol’, o humorista afirmou que não pretende deixar a atração e falou das críticas que recebeu por conta do ocorrido.

“Claro que fiquei abalado com a repercussão sobre o racismo. Muito. Fiquei muito chateado e ainda estou triste com a situação, que me fez refletir. É um assunto que tem que ser discutido com profundidade. Eu nunca vou sair do ‘Pânico’. Eu aproveitei para curtir a lua de mel e para refletir. O ser humano que não reflete não amadurece”, disse.

panicoFoto: Reprodução

Entenda o caso
Um personagem do programa Pânico na Band, identificado como Africano, gerou revolta nas redes sociais e virou uma denúncia à Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial(Seppir) da Presidência da República. Interpretado por Eduardo Sterblitch, o personagem faz parte do quadro “Pânico Chef”, paródia do reallity show de culinária “Master Chef”.

O ator, que é branco, se pinta de preto (blackface) e usa roupa de malha preta cobrindo todo o corpo. O personagem emite sons indecifráveis em alto volume, movimenta-se como macaco e bebe água direto da torneira. Também aproveita para satirizar práticas de limpeza do corpo e da alma com galhos verde e faz danças semelhantes à cultura africana e indígena. A Comissão Nacional da Verdade da Escravidão Negra no Brasil, ligada ao Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), pediu ao governo federal que tome providências contra o quadro considerado racista.

 

Deixe um comentário