Conheça 16 filmes não pornográficos com cenas de sexo explícito - BR Acontece

Conheça 16 filmes não pornográficos com cenas de sexo explícito

BR ACONTECE
Amante da internet, tv, plataformas blogger e WordPress. Vivo conectado em um mundo chamado notícias online, sempre atualizando o site BR. Email:

Após o lançamento do polêmico filme Ninfomaníaca – do aclamado diretor Lars Von Trier – o mundo conheceu um segmento do cinema que era desconhecido para muitos, os filmes que utilizam cenas de sexo explícito mesmo não sendo películas pornográficas.

A lista que você irá conferir irá comprovar que muitos gêneros do cinema exploram o sexo explícito como complemento de arte. Alguns filmes se tornaram clássicos e cultuados e outros são lembrados apenas pelas cenas de sexo.

1 – Thriller A Cruel Picture (1974)
Garota é violentada quando criança e perde a fala. Na adolescência, ela vai ser enganada por um pilantra que a vicia em heroína e a prostitui, controlando-a através do vício. Depois de passar por todo tipo de sofrimento, a jovem consegue um treinamento em tiro e artes marciais, partindo finalmente para a vingança. Foi o primeiro filme a ser banido da Suécia – país de sua produção – por causa de suas cenas de sexo e violência.

2 – O Império dos Sentidos (1976)

A história de uma ex-prostituta que envolve-se em um caso de amor obsessivo com o senhorio de uma propriedade onde ela trabalha como criada. O que começa como uma diversão inconseqüente transforma-se em uma paixão que ultrapassa quaisquer limites.

3 – Uma Adolescente de Verdade (1976)

Esta é a história de Alice Bonnard, jovem que estuda no colégio para meninas Saint-Sulvien. A ação se passa “em algum destes meses de julho e agosto, na turbulência dos anos 60”, quando o conflito de gerações era a tônica. A bela Alice vem passar férias com seus pais no campo. Eles gerenciam uma serraria e acabaram de contratar o garanhão Jim. Os negócios não vão bem, mas o senhor e a senhora Bonnard, isolados em seu orgulho, não conseguem admitir o iminente fracasso do empreendimento. O casal vai à loucura com a atitude cool, de desprezo pelo trabalho, de Jim. Um fato complicador vem apimentar as relações neste ambiente prestes a desmoronar: o amor cego que Alice alimenta pelo sedutor empregado da serraria. Entretanto, ela não ousa lhe dirigir a palavra, consciente de que Jim praticamente ignora sua triste existência. Ela ronda em torno dele, mas a barreira do silêncio só faz aumentar… Quanto mais Alice se aproxima de Jim, aumenta a impossibilidade de comunicação.

4 – Caligula (1979)

Calígula é uma das produções mais polêmicas já lançadas, justamente devido a suas cenas de sexo explícito. O filme mostra as perversões sexuais do louco imperador romano Calígula (Malcolm McDowell), que mantém um caso com sua própria irmã e é casado com uma prostituta, além de organizar várias orgias e peversões sexuais em seu império. Ele também é cercado de vários falsos bajuladores que desejam vê-lo longe do poder.

5 – Os Idiotas (1998)

Seguindo os preceitos do Dogma 95, é contada a história de um grupo de pessoas que fingem ter problemas mentais para conseguir regalias, se divertir e incomodar as pessoas, usando como argumento que é preciso deixar aflorar o lado idiota que existe em cada um e expôr a hipocrisia burguesa. A introvertida Karen conhece o grupo por acaso, mas gosta da idéia de não precisar ser “normal”, de não seguir convenções e expectativas, e passa a acompanhar o grupo nos estranhos programas que fazem. Mas será que eles mesmos aceitam as idéias que defendem? Um filme pesado, tanto pelo forma agressiva (apesar de incosistente) como o tema é abordado quanto pela linguagem tosca adotada pelos seguidores do Dogma.

6 – Baise-moi (2000)

A história gira em torno de duas mulheres que, por divertimento, acabam se envolvendo num mundo de crimes e assassinatos nas ruas de Paris. Espécie de ”Thelma & Louise”, só que com mais violência e cenas de sexo bem perto do explícito.

7 – Intimidade (2001)

Jay (Mark Rylance) e Claire (Kerry Fox) formam um casal que vive uma relação passional, onde se encontram todas as tardes de quarta-feira por um único motivo: sexo. O casal segue um ritual: tiram as roupas, fazem amor, se vestem e partem sem dizer uma só palavra. Sempre se sentem um pouco embaraçados, mas nada têm a dizer um ao outro e também nada sabem sobre suas vidas. Um dia, Jay decide conhecer melhor sua parceira. Ele a segue e descobre que ela é uma atriz, casada e com um filho. Seu marido é um simpático taxista, com quem Jay faz amizade. Ao saber do fato, Claire desaparece. Mas Jay não se conforma e parte em seu encalço.

8 – Ken Park (2002)

A rotina de quatro adolescentes da cidade de Visalia, Califórnia. Shawn (James Bullard) é um skatista que transa com a namorada e com a mãe de sua namorada. Tate (James Ransone) gosta de se masturbar várias vezes seguidas e tem um cachorro de três pernas. Ele é criado pelos avós, que não respeitam a sua privacidade, o deixando furioso. Claude (Stephen Jasso) é agredido seguidamente pelo seu violento pai, um alcoólatra que o acusa de homossexualismo, e é consolado pela sua apática mãe grávida. Peaches (Tiffany Limos) anseia por liberdade, mas tem de cuidar de seu religioso pai, um cristão fundamentalista, que a espanca após vê-la transando. Embora conversem o tempo todo, cada um dos personagens não sabe dos problemas enfrentados pelos outros.

9 – The Brown Bunny (2003)

Bud (Vincent Gallo) é um piloto de motocicletas que perdeu Daisy (Chloë Sevigny), o grande amor de sua vida. Seu trabalho é correr incansavelmente, volta após volta. Ele vai de New Hampshire até a Califórnia e, ao cruzar os Estados Unidos, tenta inutilmente se desfazer da lembrança dos últimos instantes passados com a mulher amada. Para se livrar dessas memórias, Bud fará o que puder: passará todos os dias por novas aventuras, aproximando-se das mulheres com a mesma facilidade com que as deixa.

10 – Nove Canções (2004)

Londres, verão de 2003. Matt (Kieran O’Brien) conhece Lisa (Margo Stilley), uma jovem estudante americana, em meio a um show. Eles logo se apaixonam, vivendo um intenso relacionamento sexual entremeado por vários shows que acompanham.

11 – Anatomia do Inferno (2004)

Uma mulher conhece um homem numa boate gay, sente-se atraída por ele e tenta se aproximar, mas é rejeitada. No banheiro, ela corta os pulsos com uma lâmina de barbear e só não morre porque o homem surge para salvá-la. Ele a leva para casa dela. A mulher o convida para vir mais vezes. Ele não quer. Ela oferece dinheiro para que venha… e ele aceita. Assim, durante quatro noites, o homem é apresentado a diversos aspectos do sexo feminino e estas sessões acabam o impressionando a ponto dele ficar sinceramente interessado na mulher.

12 – Deite Comigo (2005)

Leila (Lauren Lee Smith) é uma jovem que adora sexo, se relacionando com os homens através de encontros casuais e sempre de forma breve. Uma noite, em uma festa lotada, ela encontra-se com David (Eric Balfour). Mais tarde Leila e um homem transam atrás da casa, com David e sua namorada observando sua performance de longe. David também transa com a namorada, sendo que seu olhar e o de Leila se cruzam enquanto ambos estão fazendo sexo com outra pessoa. Pouco depois David e Leila começam a namorar e, em seu relacionamento, eles começam a ter necessidades e desejos que vão além do lado físico.

13 – 8 Milímetros 2 (2005)

Após ser flagrado numa sessão de sexo a três, um aspirante a político se envolve numa trama de chantagem, sequestro e assassinato e precisará de muita sorte para sair vivo dessa

14 – Shortbus (2006)

Sofia (Sook-Yin Lee) é uma terapeuta de casais que nunca teve um orgasmo. Entre seus pacientes estão James (Paul Dawson) e Jamie (PH DeBoy), que mantém uma relação que começa a dar passos maiores. Há ainda Severin (Lindsay Beamish), uma dominatrix que mantém sua vida em segredo e não se abre para as pessoas. Eles se encontram regularmente no Shortbus, um clube underground onde arte, música, política e sexo se misturam.

15 – Anticristo (2009)

Um casal devastado pela morte de seu único filho se muda para uma cabana isolada na floresta Éden, onde coisas estranhas e obscuras começam a acontecer. A mulher é uma intelectual escritora que não consegue se livrar do sentimento de culpa pela morte do filho, e ele, um psicanalista, tenta exercer seu meio de trabalho para ajudar a esposa. Anticristo é divido em partes: Prólogo e Epilogo e ainda capítulos que se passam na floresta de Éden: Dor, Luto, Desespero e Os três Mendigos.

16 – Ninfomaníaca (2014)

Um casal devastado pela morte de seu único filho se muda para uma cabana isolada na floresta Éden, onde coisas estranhas e obscuras começam a acontecer. A mulher é uma intelectual escritora que não consegue se livrar do sentimento de culpa pela morte do filho, e ele, um psicanalista, tenta exercer seu meio de trabalho para ajudar a esposa. Anticristo é divido em partes: Prólogo e Epilogo e ainda capítulos que se passam na floresta de Éden: Dor, Luto, Desespero e Os três Mendigos.

Deixe um comentário