Cientistas inventam cristal que permite respirar eternamente embaixo d’água - BR Acontece

Cientistas inventam cristal que permite respirar eternamente embaixo d’água

BR ACONTECE
Amante da internet, tv, plataformas blogger e WordPress. Vivo conectado em um mundo chamado notícias online, sempre atualizando o site BR. Email:
Já imaginou poder respirar indefinidamente sob a água, ao melhor estilo homem submarino, sem o uso de tanques ou qualquer aparato de respiração complexo? Se dependermos dos cientistas dinamarqueses, esse sonho da infância já pode ser realidade. Graças a um material cristalino, apelidado de “Cristal do Aquaman”, é possível extrair oxigênio da água em tempo real, sem consumo de materiais, incluindo o próprio cristal, que é necessário em quantidades mínimas para o processo.
O artefato funciona com o cobalto, que age como um filtro para as partículas de água, dissociando o oxigênio do hidrogênio, Além disso, sua capacidade de armazenamento é gigantesca, em especial sob alta pressão, como o fundo do mar. Apesar do tamanho, também, pela alta concentração de oxigênio, apenas uma colher de chá desses cristais seria equivalente ao oxigênio de 3 tubos pressurizados, ou o suficiente pra sugar todo o oxigênio de um quarto. Cristais de cobalto, puro, têm essa aparência (não há foto dos cristais do Aquaman na internet, ainda):
Além do uso para esportes e recreação, também haverá uso medicinal para a invenção, que possibilitará idosos e pessoas com problemas respiratórios a melhorar seus níveis de respiração e sair de casa sem precisar carregar um tanque e uma máscara para cima e para baixo, algo que com certeza gera desconforto para essas pessoas.
De acordo com a professora Christine McKenzie, por trás da descoberta, “esse mecanismo é bastante conhecido por todas as criaturas terrestres que respiram: humanos e várias outras espécies usam ferro, enquanto crustáceos, aranhas e outros pequenos animais usam cobre. Pequenas quantidades de metais são essenciais para a absorção de oxigênio, então não é tão surpreendente assim ver esse efeito em nosso novo material”, afirma. Bom, sra. McKenzie, desculpe te informar, mas se eu quiser achar surpreendente eu vou, e eu achei. Continue inventando coisas geniais, por favor.

Deixe um comentário