Britânica foi forçada pela mãe e pelo padrasto a dormir com 1.800 homens em culto satânico - BR Acontece

Britânica foi forçada pela mãe e pelo padrasto a dormir com 1.800 homens em culto satânico

BR ACONTECE
Amante da internet, tv, plataformas blogger e WordPress. Vivo conectado em um mundo chamado notícias online, sempre atualizando o site BR. Email:
Uma britânica chamada Annabelle Forest revelou que foi forçada por sua mãe, Jacqueline Marling, a fazer sexo com 1.800 homens entre os 7 e os 17 anos, como parte de rituais satânicos promovidos na casa de um dos vizinhos. Um deles, mais tarde, se tornou seu padrasto.
Ela contou sua história em um livro que acabou de lançar na Inglaterra. Ela explica que foi iniciada nos cultos com o vizinho e namorado de sua mãe, Colin Batley, quanto tinha apenas 7 anos. De acrodo com Annabelle, Batley a fez acreditar, na época, que estava fazendo algo para provar seu amor aos deuses e, caso não fizesse, poderia deixá-los irritados e ir para uma espécie de inferno.
— Colin consegue convencer qualquer pessoa a fazer o que ele quer. Ele me perguntava se eu estava gostando, e eu tinha que dizer que sim. Mas, por dentro, estava morrendo, era horrível — revelou.
Ela contou ainda que, aos 14 anos, ainda foi obrigada a fazer sexo em grupo, no qual até sua prórpia mãe estava. Como se seu pesadelo já não fosse o bastante, aos 17 anos ela ficou grávisa de seu estuprador. Por isso, acabou fugindo de casa. No livro, ela ainda se diz aliviada pela prisão de Marling e Batley, condenados em 2011. Annabelle revela que acompanhou o julgamento e percebeu que sua mãe também era uma pessoa “satânica e fria” e diz que não entende como ela teve coragem de permitir tudo isso.
— Eu fui assistir à sentença na corte porque queria vê-la pela última vez. Ninguém no mundo pode me machucar mais do que os dois — disse.

Deixe um comentário