Bahia notícias: ACM Neto é o prefeito mais bem votado entre as capitais - BR Acontece

Bahia notícias: ACM Neto é o prefeito mais bem votado entre as capitais

BR Acontece
Criador do site BR Acontece, amante da internet, tv, plataformas blogger e WordPress. Vivo conectado em um mundo chamado notícias online, sempre atualizando o site BR.

‘Carlismo paz e amor’ ganha força com reeleição de ACM Neto em Salvador

ACM Neto

O prefeito reeleito de Salvador, ACM Neto (DEM), foi o candidato que recebeu mais votos em comparação às demais capitais brasileiras. O democrata, que venceu as eleições com 74% do total de urnas apuradas, ficou à frente de Carlos Eduardo, eleito prefeito de Natal, no Rio Grande do Norte, com 63% dos votos.

Em algumas capitais terá segundo turno, enquanto em outras as apurações ainda estavam acontecendo até por volta das 19h30. Porém, em nenhuma delas algum candidato passará o prefeito de Salvador.

Todas as pesquisas feitas antes da eleição sustentavam a vitória do democrata com folga. Alice Portugal (PCdoB), Pastor Sargento Isidório (PDT), Cláudio Silva (PP), Fábio Nogueira (Psol), Da Luz (PRTB) e Célia Sacramento (PPL) também disputaram ao cargo executivo municipal.

Agora, a grande dúvida – levantada em todos os debates pelos oponentes – é se o democrata vai deixar de comandar a prefeitura em 2017 para concorrer ao cargo de governador.

PERFIL

No período eleitoral, o Aratu Online fez o perfil de todos os candidatos. A reportagem sobre ACM Neto foi ao ar no dia 23 de setembro. Acompanhamos o democrata em uma caminhada no bairro de Marechal Rondon. Era uma segunda-feira, dia 19 do mesmo mês.

À sombra do avô, Antônio Carlos Magalhães (1927-2007), maior figura política baiana na segunda metade do século XX, o neto se elegeu deputado federal pela primeira vez em 2003 como o mais votado no estado — algo bem inusitado se tratando de alguém que, aos 24 anos, apenas debutava nas urnas e ainda não tinha experiência político partidária.

ACM Neto foi deputado federal por três mandatos até assumir a prefeitura de Salvador em 2012, derrotando no segundo turno o candidato petista Nelson Pellegrino. Ficou como herdeiro solitário do carlismo — grupo político liderado pelo avô — após a morte do mesmo há 9 anos. Neste ínterim, viu o PT assumir o governo do estado e estabelecer uma hegemonia que já dura uma década.

Deixe um comentário