Bahia - Adolescente prevê sua morte através de mensagens via whatsapp - BR Acontece

Bahia – Adolescente prevê sua morte através de mensagens via whatsapp

BR Acontece
Criador do site BR Acontece, amante da internet, tv, plataformas blogger e WordPress. Vivo conectado em um mundo chamado notícias online, sempre atualizando o site BR.

O corpo de Regina não apresentava sinais de violência, mas mensagens que circularam pelas redes sociais na região chamaram a atenção da polícia

Bahia – A adolescente que foi encontrada morta pelo pai, contou para uma amiga, horas antes, que achava que iria morrer. O caso aconteceu em Nova Fátima, Região Norte da Bahia. Regina Carneiro de Oliveira Neta, de 14 anos, através do aplicativo Whatsapp, confidenciou a jovem, que seu dia não teria sido bom. A amiga afirmou que minutos após ela teria parado de responder.

6pfxn4w2pp8svz2f0of6exntu

A polícia investiga a causa da morte da adolescente Regina Carneiro de Oliveira Neta, 14 anos, que foi encontrada morta dentro de casa pelo pai, Manoel Carneiro de Oliveira, na tarde da quarta-feira (20), no município de Nova Fátima, no Nordeste da Bahia.

O corpo de Regina não apresentava sinais de violência, mas boatos que circularam pelas redes sociais na região chamaram a atenção da polícia.

Informações preliminares apontam que, na manhã de quarta-feira, a garota tinha mandado mensagens para uma amiga, em que, supostamente, previa sua própria morte. “Tô sentindo que vou morrer hoje”, dizia uma das mensagens. Logo depois, ela teria relatado que havia tomado um choque e se ferido superficialmente em um cabo USB.

Segundo a polícia, Manoel havia saído e, ao achegar em casa, encontrou a filha caída. Como ele mora próximo ao Hospital Municipal Florisvaldo Josuel Araújo, foi até lá pedir ajuda. Um médico da unidade foi até a casa e constatou a morte da adolescente. O corpo da garota foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Feira de Santana, onde passará por perícia. O laudo médico deve ficar pronto em 30 dias.

Segundo a polícia, oficialmente as mensagens trocadas pela vítima no aplicativo WhatsApp não foram coletadas no aparelho celular da adolescente para a investigação, mas a amiga envolvida na conversa e o pai, com quem ela morava, serão ouvidos na delegacia após o sepultamento de Regina. O caso está sendo investigado pelo delegado José Baqueiro.

De acordo com a delegacia, o pai e a amiga para quem Regina mandou as mensagens devem prestar depoimento na segunda-feira (25). O enterro da adolescente está previsto para acontecer às 17h, no cemitério de Nova Fátima.

Fonte: correio24horas

Deixe um comentário