‘Amassaram a mina’: escreveu acusado estupro coletivo no Rio de Janeiro - BR Acontece

‘Amassaram a mina’: escreveu acusado estupro coletivo no Rio de Janeiro

BR Acontece
Criador do site BR Acontece, amante da internet, tv, plataformas blogger e WordPress. Vivo conectado em um mundo chamado notícias online, sempre atualizando o site BR.

Menina foi estuprada supostamente por 30 homens. Vídeo foi divulgado nas redes sociais.

Um vídeo postado nesta quarta-feira (26) nas redes sociais está Geraldo uma revolta nacional. Uma menina havia sido estuprada, supostamente por 30 homens, foi filmada e a legenda do vídeo colocado no Twitter era “amassaram a mina”.

O caso aconteceu na Zona Oeste do Tio de Janeiro, com uma menina de apenas 16 anos de idade. A vítima foi levada ao hospital nesta quinta-feira (26), onde foi examinada e medicada. A avó da adolescente contou que ela teve um apagão enquanto foi abusada.

Homem postou vídeo da vítima nas redes sociais (Foto: Reprodução)

Homem postou vídeo da vítima nas redes sociais (Foto: Reprodução)

A senhora contou que assistiu a vídeo da neta e ficou chocada. Contou também que a menina tem umas colegas no local em que estava, mas no momento estava sozinha, só com os estupradores. Segundo ela, a menina foi levada para casa após ser encontrada por um agente comunitário.

 De acordo com o depoimento da avó, a comunidade é frequentada pela adolescente desde que ela tem 13 anos de idade. Ela disse que às vezes, a menina fica alguns dias sem dar notícias e que é usuária de drogas há quatro anos. A jovem estuprada tem um filho de três anos.

O caso está sendo investigado e acompanhado pela Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática do Rio, já que o vídeo foi postado nas redes sociais. A garota estava nua e desacordada.

 A jovem foi ouvida e os policiais pedem que a população colabore. Quem souber de qualquer coisa referente ao caso pode entrar em contato direto com o delegado Alessandro Thies, pelo email [email protected]

Os homens que postaram os vídeos do estupro já foram identificados pela polícia, mas os nomes não foram revelados. Um deles mora no local em que o crime ocorreu, em Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. O outro também vive na mesma região, mas na cidade de Deus.

Um terceiro homem tirou uma foto, com a menina nua e o rosto perto das nádegas dela. A imagem foi postada na internet, com mensagens que zombavam da situação. Alguns perfis foram deletados por eles mesmos.

Quem souber de alguma coisa pode ligar para o telefone Disque Denúncia: 181. A ligação é gratuita e a pessoa não precisa se identificar.

Deixe um comentário