5 curiosidades que você talvez não sabia sobre os seios - BR Acontece

5 curiosidades que você talvez não sabia sobre os seios

BR Acontece
Criador do site BR Acontece, amante da internet, tv, plataformas blogger e WordPress. Vivo conectado em um mundo chamado notícias online, sempre atualizando o site BR.
Provavelmente desde os anos antes de cristo, os seios são uma parte bastante admirada do corpo feminino, e quase sempre são temas de inúmeras discussões do ponto de vista médico, estético e “das ruas”. O fato é que os homens gostam muito de peitos, e isso tem uma explicação como você pode ver aqui, mas isso não é tudo, existem inúmeras outras questões não exploradas e outros mistérios em torno das mamas que são pouco conhecidos pela sociedade.
bgcolor-FFFFFF
1) O tamanho deles pode variar Às vezes é possível saber que ela está menstruada com apenas um olhar. De acordo com o Instituto Nacional de Saúde dos EUA, os níveis de progesterona e prolactina aumentam cerca de uma ou duas semanas antes de a gata menstruar. Isso faz com que seu corpo retenha mais água e seu tecido mamário e glândulas mamárias inchem. Algumas mulheres podem apresentar um aumento de até um copo grande. Mas cuidado: se ela estiver prestes a menstruar, o estímulo pode ser mais doloroso a excitação sexual proporcionada pela região menor, conta Leah Millheiser, professora na Escola de Medicina de Stanford.
 2) Orgasmos no peito existem Parece bom demais para ser verdade, certo? Pesquisadores da Universidade de Rutgers descobriram que a estimulação do mamilo ativa o lóbulo paracentral medial — ou a parte do cérebro de uma mulher que também se acende com a ação genital. Mas como fazer ela chegar lá apenas com os seios? Experimente esta nova técnica excitante da Dra. Ava Cadell, sexóloga e autora do livro“NeuroLoveology, The Power to Mindful Love & Sex”: Lamba e beije cada centímetro de seus seios acariciando-os com os dedos ao mesmo tempo, e deixando seus mamilos por último. “Feche a mão sobre um seio de cada vez de modo que a ponta do mamilo dela repouse entre seu dedo polegar e indicador. Aperte os dedos juntos e levante o mamilo um pouco para lambê-lo com a ponta da língua”, indica Ava. Para aumentar a sua excitação, a especialista sugere manter um cubo de gelo na boca. “Envolver os olhos dela numa venda irá aumentar a sensação ainda mais”, aconselha Emily Morse, sexóloga e apresentadora do podcast “Sex With Emily”. Ah, e o mais importante de tudo: seja paciente. Enquanto Ava afirma que as mulheres devem levar por volta de vinte minutos para gozar, cada pessoa é diferente e o tempo de resposta pode variar.
 3) Não vá direto na cereja do bolo Embora você queira ir direto ao que interessa, lembre-se de que estimular o peito todo é importante. Na verdade, o mamilo é o menos sensível ao toque, revela Debbie Herbenick, Ph.D. e pesquisadora de saúde sexual no Instituto Kinsey da Universidade de Indiana. Pesquisadores austríacos descobriram que a parte de cima dos seios da mulher é mais sensível que as auréolas — a parte mais escura em volta dos mamilos — e que os mamilos são na realidade os menos sensíveis. Por isso, não se concentre em apenas uma área, aconselha Debbie. Quanto maior território que você cobrir, melhor.
4) Um deles é (quase) sempre maior Não se desespere se eles parecerem diferentes: Cerca de um quarto de todas as mulheres tem um peito maior que o outro, explica Keri Peterson, especialista em medicina interna de Nova York. “Os seios das mulheres são seres independentes, que respondem de forma diferente ao estrogênio durante a puberdade”, incrementa Keri. Em cerca de 65% das mulheres com assimetria mamária, a esquerda domina. Há estudos que sugerem que o lado esquerdo de seu corpo tem uma hipersensibilidade imunológica maior, um fator que afeta os hormônios, como o estrogênio, que controlam a forma e o tamanho da mama. Essa desigualdade só é motivo de preocupação se uma mama tornar-se excessivamente maior que a outra, alerta Peterson. Quando esse for o caso, ela provavelmente vai notar a mudança assim como você — sentindo nódulos ou aumento da sensibilidade, que podem ser sinais de infecção, cistos, ou até mesmo câncer de mama.
5) Brinque de médico para ajudá-la Se sentir algo estranho aconselhe-a a fazer um exame de mama profissional apenas para confirmar que tudo está normal, previne Leah. A maioria desses nódulos ou cistos nos seios são massas não-cancerosas causadas por alterações hormonais. As mulheres devem fazer um check-up todo ano, principalmente se tiverem histórico de câncer de mama na família.

Deixe um comentário